Conteúdo editorial apoiado por

Dell tem resultado acima do esperado com demanda por servidor e IA, mas ação despenca

O resultado da Dell foi publicado dias depois que a empresa revelou uma gama de PCs habilitados para IA com processadores Qualcomm

Lara Rizério

Publicidade

(Reuters) – A Dell divulgou nesta quinta-feira resultado acima do esperado por Wall Street, encerrando uma sequência de seis trimestres de declínio de receita, mas os números não conseguiram impressionar os investidores e suas ações chegaram a desabar mais de 13% após o fechamento dos mercados.

O aumento na demanda por computação de alto desempenho e data centers de grande escala para dar suporte à crescente adoção de inteligência artificial generativa estimulou investimentos em produtos compatíveis, desencadeando a demanda por servidores oferecidos por empresas como a Dell.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

O resultado da Dell foi publicado dias depois que a empresa revelou uma gama de PCs habilitados para IA com processadores Qualcomm e disse que um novo servidor, que suporta os chips mais recentes da Nvidia, estará disponível a partir do segundo semestre.

As vendas de servidores da Dell otimizados para IA mais do que dobraram, chegando a 1,7 bilhão de dólares, e a carteira de pedidos cresceu mais de 30%, chegando a 3,8 bilhões, disse o diretor de operações, Jeff Clarke.

Alimentadas pelo otimismo sobre a demanda por seus servidores otimizados para IA, as ações da Dell acumularam alta de mais de 100% este ano e atingiram um recorde no início desta semana.

Continua depois da publicidade

A HP, na quarta-feira, também superou previsões do mercado para receita no segundo trimestre, sinalizando uma recuperação no mercado de PCs.

A receita da Dell do primeiro trimestre fiscal encerrado em 3 de maio aumentou cerca de 6%, para 22,24 bilhões, superando a estimativa média dos analistas de 21,64 bilhões, de acordo com dados da LSEG. O lucro ajustado foi de 1,27 dólar por ação, em comparação com estimativa do mercado de 1,26.

Lara Rizério

Editora de mercados do InfoMoney, cobre temas que vão desde o mercado de ações ao ambiente econômico nacional e internacional, além de ficar bem de olho nos desdobramentos políticos e em seus efeitos para os investidores.