De olho no mercado norte-americano, Ibovespa abre o dia em alta de 0,81%

Oferta de ações do Bank of America e possíveis novas leis de regulamentação nos Estados Unidos em foco

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre a quarta-feira (20) em alta de 0,81%, aos 52.200 pontos, com os investidores de olho, principalmente, no mercado norte-americano.

O Bank of America conseguiu levantar US$ 13,47 bilhões em oferta pública de ações, através da emissão de 1,25 bilhão de papéis ao preço unitário de US$ 10,77. Com a oferta, o banco já se encontra na metade de sua trilha para atingir os US$ 33,9 bilhões requeridos pelo governo.

Já a General Motors recebeu três propostas diferentes de compra da divisão alemã Opel, conforme indicado pelo porta-voz da montadora, Chris Preuss, que não revelou os possíveis compradores.

Aprenda a investir na bolsa

Destaque também para os rumores quanto à criação de um órgão regulador para proteger os investidores que adquirirem ativos financeiros, medida visando aumentar a regulamentação do setor e evitar colapsos como o vivenciado.

Posições em aberto na BM&F

Até o pregão de quarta-feira, os investidores institucionais (fundos de pensão, fundos de investimentos e bancos de investimentos) tinham posições vendidas em aberto de 63,31 mil contratos de Ibovespa Futuro e compradas de 56,09 mil contratos, ou seja, um saldo negativo de 7,22 mil contratos.

Na outra ponta do mercado estão os investidores estrangeiros, que tinham posições compradas em aberto de 50,37 mil contratos de índice futuro e vendidas de 38,12 mil, o que garante um saldo positivo de 12,24 mil contratos.

Abertura nos EUA

Nos EUA, o contrato futuro do S&P500 opera a 912,10 pontos, alta de 5,53 pontos em relação ao valor justo, o que indica uma abertura do S&P 500 com valorização de 0,61% em relação ao último fechamento.

Já o futuro do Nasdaq 100 aponta uma abertura do índice das blue chips de tecnologia a 1.398,70 pontos, alta de 0,05% frente à última sessão.