Comentário Diário

De olho em negociações nos EUA, Ibovespa mantém ganhos

Presidente norte-americano Barack Obama faz contraproposta para evitar abismo fiscal

SÃO PAULO – Acostumado com dias de volatilidade neste último mês de 2012, o Ibovespa mantém o ritmo de ganhos durante a tarde desta terça-feira (18). Segundo cotação das 13h05 (horário de Brasília), o índice avança 0,52%, aos 59.878 pontos.

Desde o início do pregão a notícia de que o presidente norte-americano Barack Obama fez uma contraproposta para aumentar receitas e cortar gastos anima os mercados, na expectativa de que um acordo seja costurado entre republicanos e democratas para evitar uma recessão no próximo ano.

Na noite de segunda-feira diversas reportagens publicaram que o presidente propôs aumentar impostos para pessoas com salários acima de US$ 400 mil, contra os US$ 250 mil propostos anteriormente, além de um corte adicional de US$ 200 bilhões em gastos. 

O impasse no Congresso norte-americano ocorre porque os republicanos são contra o aumento de imposto para as classes mais altas, preferindo optar por mais cortes de gastos. Caso nenhum acordo seja formalizado até o fim do ano, uma série de medidas automáticas entram em vigor no próximo ano e podem levar o país à recessão, segundo estimam analistas.

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 USIM5 USIMINAS PNA11,82+3,14+17,1932,15M
 GFSA3 GAFISA ON4,76+2,37+15,5317,78M
 EMBR3 EMBRAER ON EJ13,59+2,18+16,977,83M
 CSNA3 SID NACIONAL ON11,87+2,15-16,7220,71M
 RSID3 ROSSI RESID ON4,66+1,75-38,3610,91M

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 VAGR3 V-AGRO ON0,37-2,63+22,441,30M
 CRUZ3 SOUZA CRUZ ON32,54-1,63+46,909,26M
 PCAR4 P.ACUCAR-CBD PN92,69-1,26+39,5720,32M
 DTEX3 DURATEX ON14,83-1,13+69,923,92M
 RENT3 LOCALIZA ON36,80-0,94+45,773,25M
* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)

 

BC muda regras para o câmbio
No Brasil, as transações correntes mostraram um déficit de US$ 6,265 bilhões, mostra a nota do setor externo, publicada pelo Banco Central. O valor é próximo do saldo negativo de US$ 6 bilhões projetados por analistas consultados pela Reuters.

Além disso, o Banco Central atuou mais uma vez no mercado de câmbio. Desta vez, a autoridade monetária aumentou a isenção do compulsório sobre posição vendida de câmbio de um para três anos, o que pode aumentar as apostas na queda do dólar.

PUBLICIDADE