Conteúdo editorial apoiado por
IM Trader

Day Trade: É possível ganhar dinheiro com o uso de robôs?

Primeira etapa do processo, é a criação da estratégia de trade automatizado

Equipe InfoMoney

Marcelo Carvalho conversou com Rodrigo Cohen, da XP, sobre estratégias automatizadas. Imagem: Reprodução

Publicidade

O uso de operações automatizadas para operações de day trade já uma realidade no mercado brasileiro, mesmo com todos os receios existentes. Afinal, é possível confiar um trade para um robô e ainda ganhar dinheiro? Para Marcelo Carvalho, especialista em robos traders e mentor do BotFamily, a resposta é sim.

“E a melhor parte é que você não precisa ficar o dia inteiro na frente da tela. Essa é a parte que muita gente erra”, disse Carvalho. Segundo ele, porém, até o trader chegar à estratégia correta de automatização será preciso “passar um tempo”, sim, em frente à tela do computador.

Agora, a partir do momento em que se cria uma estratégia de trade automatizado, se tem dados estatísticos dos resultados e se confia em todo o processo, segundo ele, dá pra deixar o robô trabalhar sozinho. “Claro, que isso leva um tempo”, pondera Carvalho, pontuando que fica monitorando os resultados, até chegar à confiança.

As estratégias automatizadas para o universo trader foram tema do 2º dia da Sociedade do Gain, evento online e gratuito, que segue até hoje, dia 28 de fevereiro.

Day trade

Marcelo, que faz negociação com robôs durante o dia, diz que é possível viver com as operações automatizadas. Segundo ele, geralmente, deixa seus robôs operando e faz suas atividades ao longo do dia, e somente ao fim do pregão vê como foi seu dia de trader.

Um dos problemas desse tipo de operação, conforme Carvalho, é a interferência humana. “Muitas vezes, cometemos o erro de interferir nas operações. Mas o tempo vai te ensinando a confiar nas estratégias. Isso eu aprendi na pele, apanhando”, completou.

Ele sugere, inclusive, bastante teste operacional antes de iniciar a execução, propriamente dita, ou seja, ter estratégias com potencial para rentabilidade e com backtest feito. Após testar a estratégia, acrescentou, é interessante colocar para rodar.

Conforme ele, o ideal é começar investindo valores menores e, com o passar dos meses, ir aumentando as posições, caso esteja sendo lucrativa. Carvalho pontua ainda que a diversificação das estratégias ajuda a potencializar a rentabilidade, pois se consegue ganhar em diferentes movimentos do mercado.

“Muitas vezes, o problema pode estar no ponto de entrada, no preço alvo, que não está calibrado. Por isso, o importante é olhar para o resultado e tentar entender o que aconteceu na estratégia do trade”, explicou.   

Regras

Atualmente, para atuar com estratégias automatizadas, é necessário configurar o robô para que sejam executadas as ordens de acordo com suas regras. Existe ainda quem faça sua programação e seus próprios robôs para execução.

Entretanto, Carvalho ressaltou que já existem plataformas com programação pronta para que o investidor insira sua estratégia, faça testes e consiga montar seu robô. Mesmo assim, é possível negociar com robôs de terceiros, com estratégias já prontas de execução.

Nesse sentido, a operação com robôs pode ser vantajosa. Isso porque uma das principais dificuldades do operador é se manter fiel à sua estratégia por todo o tempo, e este é um dos fatores que leva muitos traders a perder quantias altas.

Nesse sentido, como são operações automatizadas, o robô retira todo o emocional da operação, reforçou ele. Ou seja, o trader não vai precisar ficar clicando, já que seguirá uma estratégia, com horário e stops bem definidos, por exemplo.

Robôs versus copy trade

Ao mesmo tempo, pode surgir outra dúvida entre os traders: qual diferença entre os robôs e copy trade?

Os robôs irão fazer todo o trabalho, de acordo com a programação, feita pelo usuário, que irá definir os pontos de entrada e de saída, em linha com uma estratégia pré-definida, explicou Carvalho.

Já o copy trade é realizado por uma pessoa e esta estratégia consiste em replicar as operações de um negociador. 

A entrevista completa pode ser acompanhada nos próximos sete dias pelo site do Sociedade do Gain.

(Rodrigo Paz)