Danone desistiu de comprar a Quaker Oats

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A empresa alimentícia francesa Danone anunciou nesta quinta-feira que desistiu das negociações que envolviam a compra da americana Quaker Oats, fabricante do Gatorade. Desde o inicio do mês, quando a possível venda da Quaker foi anunciada, a imagem da empresa vem se desgastando em meio a ofertas e recusas de grandes empresas.
O principal atrativo da Quaker é a marca Gatorade, uma vez que esta detém 83% de participação do setor de bebidas esportivas no mercado norte-americano. Analistas acreditam que a Danone teria que gastar muito na criação de uma rede de distribuição, caso comprasse a Quaker, pois a empresa francesa não tem atualmente uma forte presença nos EUA.

No mesmo sentido, a Danone afirmou que a compra da empresa não criaria valor para o investidor de acordo com as estratégias do Groupe Danone. A empresa pretende focar sua estratégia operacional em três segmentos que já atua: matinais, bolachas e biscoitos e bebidas.
O processo de venda da Quaker vem desgastando a imagem da empresa no mercado. No início do mês, a PepsiCo apresentou uma proposta para a compra da empresa por US$ 14,8 bilhões, e que foi recusada. A empresa de refrigerantes desistiu de rever sua oferta depois que a Quaker começou a ser assediada pela rival Coca-Cola. A Coca-Cola, por sua vez, também desistiu nesta semana de comprar a Quaker, temendo a lei antitruste norte-americana, já que a Coca-Cola possui a Powerade, concorrente do Gatorade e detentora de 11% do mercado de bebidas esportivas.
As ações das empresas caíram quando do anúncio que comprariam a Quaker Oats e subiram assim que anunciaram sua desistência. Não foi diferente com as ações da Danone negociadas na bolsa de Paris, que hoje fecharam o pregão em alta de 6,25%.

Compartilhe