Até setembro

CVM comunica à Justiça 100 indícios de crime no mercado de capitais neste ano

Infrações incluem manipulação de mercado e uso de informação privilegiada e crimes contra a economia popular, como pirâmides financeiras e estelionato

No ano, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) comunicou aos Ministérios Público Federal (MPF) e estaduais (MPE) 100 indícios de crime no mercado de capitais.

As infrações que podem ser consideradas crimes incluem manipulação de mercado e uso de informação privilegiada, além de exercício irregular de atividade no mercado financeiro, oferta pública sem registro na CVM e crimes contra a economia popular, como pirâmides financeiras e estelionato.

Os dados mostram que o número de comunicados entre julho e setembro (35) voltou a subir, depois de uma redução no segundo trimestre do ano.

PUBLICIDADE

A média mensal, de cerca de 10 comunicados por mês, está em linha com a verificada em 2017, quando a autarquia aumentou em 30% o número de informes ao MP.

A maior parte dos informes são dirigidos ao MPF. Já são 62 no ano na esfera federal. Em nível estadual, a CVM encaminhou 38 comunicados aos MPEs.

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na XP e conte com assessoria especializada e gratuita

Nesta terça-feira, a CVM divulgou o Relatório de Atividade Sancionadora do terceiro trimestre.