Balanço da construtora

Cury (CURY3) registra lucro de R$ 103,8 mi no 4º trimestre, alta de 52,6% na base anual

Reajustes no preço dos insumos dos custos das obras impactaram o resultado

Por  Equipe InfoMoney

A Cury (CURY3) registrou lucro líquido de R$ 103,8 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), o que representa um crescimento de 52,6% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 61,2% no 4T20, totalizando R$ 136,5milhões.

Já a margem Ebitda ajustada atingiu 27,8% no período, alta de 3,3 p.p. frente a margem registrada em 4T20.

A receita líquida somou R$ 491,2 milhões entre outubro e dezembro do ano passado, alta de 42,3% na comparação com igual etapa de 2020.

O lucro bruto totalizou R$ 186,4 milhões no 4T21, 33,3% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

A margem bruta atingiu 38% no quarto trimestre do ano passado, retração de 2,5p.p. em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Segundo a Cury, o desempenho se deve principalmente pelos reajustes no preço dos insumos dos custos das obras, porém, a Cury conseguiu equilibrar a margem no ano de 2021 em relação a 2020 apesar do ambiente inflacionário forte que foi enfrentado durante todo o ano de 2021, aliado ao aumento do valor médio de vendas dos imóveis e melhora no mix de produtos com faixas de preço de venda mais altas em 2021, o que permitiu repassar ao menos parte da inflação dos insumos.

As despesas gerais e administrativas atingiram R$ 26,7 milhões no 4T21, 20,3% superior em relação ao mesmo período do ano anterior.

O retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE, na sigla em inglês) foi de 55,5% no quarto trimestre do ano passado, avanço de 9,8 p.p. frente ao mesmo período de 2020.

No 4T21, o resultado financeiro líquido correspondeu a despesa financeira de R$ 13,2 milhões, aumento de 428% sobre as perdas financeiras do 4T20.

A Cury apresentou geração de caixa operacional de R$ 92,7 milhões no 4T21, crescimento de 43,4% comparado aos R$ 49,2 milhões registrados no 4T20.

O caixa da companhia ficou em R$ 300,4 milhões no final de dezembro de 2021, crescimento de 94,8% em relação ao mesmo período de 2020.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe