Balanço mineradora

CSN Mineração (CMIN3) lucra 45% a menos no 3º trimestre; hedge e variação cambial ajudam

Margens foram impactadas pelo fraco desempenho dos preços realizados e efeito não recorrente do alto provisionamento nas vendas realizadas

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – A CSN Mineração (CMIN3) registrou retração de 45% no lucro líquido do terceiro trimestre, que somou R$ 804 milhões.

De acordo com a empresa, a queda poderia ainda ser maior, se não fossem os efeitos positivos do hedge e da variação cambial.

O desempenho é consequência dos menores volumes e preços realizados, dado que se verificou uma menor pressão de custos no período.

De acordo com a CSN Mineração, no trimestre, houve “preocupações em relação ao mercado chinês, no que diz respeito ao controle de produção de aço, associado a redução das emissões de carbono” e à crise energética.

Além disso, as questões relacionadas à Covid-19 geraram filas maiores de navios nos portos, ao passo que as incertezas em relação ao mercado imobiliário, acabaram por trazer bastante volatilidade e derrubaram o preço do minério de ferro.

Conforme a mineradora, os estoques de minério de ferro nos portos chineses também aumentaram, voltando ao nível de março e abril desse ano.

“Nesse contexto, o minério encerrou o trimestre com uma média US$ 162,94/dmt, 37,8% superior ao do 3TRI20 (US$ 118,21/dmt)”.

Por sua vez, a produção de minério de ferro da CNS Mineração (CMIN3) somou 10.309 milhões de toneladas no 3ºtrimestre deste ano, 9% superior ao trimestre idêntico de 2020.

Ebitda da CSN Mineração

O Ebitda Ajustado atingiu R$ 911 milhões no 3º trimestre, queda de 66% em relação aos R$ 2,663 bilhões do mesmo período de 2020. A margem Ebitda ajustado caiu fortemente em 35 pontos percentuais, para 32,7%.

O fraco desempenho dos preços realizados e do efeito não recorrente do alto provisionamento nas vendas realizadas em períodos anteriores, aliado ao menor volume de minério comercializado com aumento do custo de frete, foram os principais responsáveis pela diminuição das margens, escreveu a CSN Mineração.

“Ao se excluir esse efeito não recorrente, o Ebitda do segmento seria mais do que o dobro do reportado, atingindo R$ 2,354 bilhões”, informou a empresa.

“Essa análise é importante para ressaltar a excepcionalidade do impacto ao considerar a maior variação já registrada do índice Platts para um intervalo de tempo consideravelmente curto”.

A receita líquida ficou em R$ 2,783 bilhões, 29% a menos do que os R$ 3,930 bilhões do mesmo período do ano passado.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

Compartilhe