Criptoativos

Bitcoin recupera US$ 63 mil, ativos de metaverso em alta e mais assuntos que vão movimentar o mercado de criptos hoje

Ativos digitais ligados a metaverso saltam até 50% em mais uma semana de ganhos após Facebook mudar nome para Meta

Por  Paulo Alves -

SÃO PAULO – O mercado de criptomoedas amanhece em terreno positivo com a maioria dos ativos entre os 100 com maior capitalização em alta nas primeiras horas do dia. Enquanto o Bitcoin volta a passar de US$ 63 mil, os tokens ligados a projetos de metaverso voltam a disparar de preço na esteira no anúncio de mudança de nome do Facebook, que passou a se chamar Meta.

Os mercados parecem ignorar por enquanto um relatório divulgado na segunda-feira (1) pela administração Biden com propostas para atribuir às stablecoins o mesmo marco regulatório ao qualo sistema bancário é submetido.

O melhor desempenho por ora é do protocolo de metaverso The Sandbox (SAND), que avança 50% no dia e mais de 230% na semana após levantar US$ 93 milhões em rodada de investimento e fechar acordo com a Socios.com, empresa por trás dos fan tokens de Flamengo, Corinthians, Atlético Mineiro e São Paulo, para criar “uma zona de fãs de múltiplos esportes” no metaverso.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Outros tokens que aproveitam as buscas pela novidade que virou foco de Mark Zuckerberg são a Enjin Coin (ENJ), que ganha 27% no dia, e a Chiliz (CHZ), cripto da Socios.com, que sobe quase 18%. Além disso, a Decentraland (MANA) registra ganhos de 12% após alta que chegou a bater quase 200% na semana passada.

O bom momento é acompanhado por investidores de Venture Capital americanos, que seguem apostando alto em empresas do setor cripto. Uma delas é a Digital Currency Group (DCG), dona da Grayscale, que recebeu aporte de US$ 700 milhões do Softbank e do braço financeiro da Alphabet.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h03:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 63.326,39+2,5%
Ethereum (ETH)US$ 4.459,51+3,1%
Binance Coin (BNB)US$ 550,41+2,9%
Cardano (ADA)US$ 1,98-0,5%
Solana (SOL)US$ 207,34-0,2%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
The Sandbox (SAND)US$ 2,74+50,1%
Enjin Coin (ENJ)US$ 3,16+24,7%
Audius (AUDIO)US$ 2,84+23,9%
Chiliz (CHZ)US$ 0,502487+16,2%
Holo (HOT)US$ 0,01433014+13,7%

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Safemoon (SAFEMOON)US$ 0,00000480-7,8%
Fantom (FTM)US$ 2,73-4,3%
Qtum (QTUM)US$ 17,14-2,7%
Secret (SCRT)US$ 8,90-5%
Celsius Network (CEL)US$ 4,37-3,4%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 63,71-1,71%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 83,3-0,83%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 75,3+0,4%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 21,94-2%
QR Ether (QETH11)R$ 18,14-0,6%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta terça-feira (2):

Governo dos EUA defende regulação bancária para stablecoins

As stablecoins, ativos digitais que têm paridade com moedas fiduciárias como o dólar, estão na mira do governo dos EUA e de uma parcela dos parlamentares americanos.

Em relatório divulgado na segunda-feira (1), a gestão Biden diz que esses ativos deverão ganhar estrutura formal de supervisão regulatória o mais rápido possível, e recomenda que o Congresso americano aprove uma legislação que limite a emissão de moedas privadas por bancos segurados.

Dessa maneira, se uma legislação avançar nesses moldes, empresas como a Circle, que emite a stablecoin USD Coin (USDC) deverão buscar uma licença para se tornarem bancos segurados.

Apesar disso, os assessores econômicos de Biden consideram que as stablecoins oferecem uma opção atrativa de pagamentos digitais, e que poderiam, segundo o relatório, transformar a maneira como se paga por smartphones e gasolina a cortes de cabelo e xícaras de café.

Após a regulamentação, o governo Biden esperam que as stablecoins “apoiem opções de pagamento mais rápidas, eficientes e inclusivas”. Além disso, o relatório aponta que “a transição para um uso mais amplo de stablecoins como meio de pagamento pode ocorrer rapidamente devido a efeitos de rede ou relações entre stablecoins e bases de usuários ou plataformas existentes.”

Dona da Grayscale capta US$ 700 milhões de Softbank e Alphabet

A Digital Currency Group (DCG), controladora de empresas como a Grayscale, maior gestora de ativos digitais do mundo, captou US$ 700 milhões em uma nova rodada de investimentos que avaliou a empresa em US$ 10 bilhões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Esta é a apenas a segunda rodada de financiamento do DCG, que havia levantado apenas US$ 25 milhões anteriormente. O aporte foi liderado pelo conglomerado financeiro japonês Softbank e teve a participação da CapitalG, braço de investimentos da Alphabet, dona do Google.

A aposta é no crescimento dos investimentos em cripto por parte de institucionais, que têm na Grayscale uma forma barata de exposição a este mercado.

“Somos o melhor representante para investir neste setor”, disse Barry Silbert, fundador e CEO do Digital Currency Group, em entrevista à CNBC. “Estávamos procurando o tipo de patrocinadores que poderiam ser, e esperamos que estejam conosco nesta jornada pelas próximas décadas”, afirmou.

Cripto com tema da série Round 6 vai a zero em segundos em aparente golpe de US$ 3,3 milhões

A criptomoeda “Squid Game” inspirada na série de sucesso Round 6, da Netflix, deixou investidores no prejuízo após derreter de preço e ir a zero em questão de segundos na segunda (1).

O ativo havia disparado 75.000% após ganhar adeptos com a promessa de virar um projeto “play-to-earn” (jogar para ganhar) nos moldes de Axie Infinity (AXS), em que o participante obtém uma renda por jogar.

No entanto, poucos dias após o lançamento, o preço desabou, evaporando cerca de US$ 3,3 milhões em investimentos. O site oficial e as redes sociais saíram do ar e os envolvidos no projeto, todos anônimos, admitiram ter deixado a cripto de lado.

O episódio tem as características de um golpe conhecido no mundo cripto como rug pull (puxada de tapete), em que os criadores de determinada moeda estimulam outras pessoas a comprarem enquanto mantêm uma alta quantidade de unidades sob seu controle. Quando o preço atinge certo patamar, eles vendem tudo para embolsar os lucros, desvalorizando por completo os ativos vendidos.

Apps de cripto se tornam os mais baixados nos EUA

Em meio a uma nova temporada de alta das criptomoedas, aplicativos de empresas do setor dispararam na preferência de usuários dos EUA e se tornaram os mais baixados do momento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além do app da corretora Coinbase, que já havia tomado a dianteira do ranking das lojas na semana passada, os apps da exchange Crypto.com também ganhou destaque, especificamente na Google Play Store, ao bater o Tiktok em número de downloads.

Outro bem posicionado é o Cash App, da Square, uma das empresas negociadas em bolsa que começaram a comprar Bitcoin ano passado como estratégia de tesouraria. O CEO da companhia, Jack Dorsey, que também chefia o Twitter, é um entusiasta da moeda digital e lidera um projeto de carteira física para criptomoedas.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Compartilhe