Criptoativos

Bitcoin volta a US$ 60 mil, Shiba Inu desaba 30% e mais assuntos que vão movimentar o mercado de criptos hoje

Apesar da volatilidade, métricas seguem mostrando otimismo de investidores de Bitcoin para o longo prazo

Por  Paulo Alves -

SÃO PAULO – O Bitcoin (BTC) abre esta quinta-feira (4) em queda de 2,1% ao esbarrar em uma resistência no nível de US$ 63 mil ontem. Nesta madrugada, a moeda digital chegou a mergulhar rapidamente para US$ 60 mil em algumas corretoras, mas se recuperou em seguida e é cotada a US$ 61.811 às 7h05.

Apesar da volatilidade, diversas métricas seguem mostrando otimismo de investidores para o longo prazo. Uma delas aponta a queda no saldo de Bitcoin nas corretoras, o que indica menor interesse na venda do ativo.

Segundo a casa de análise Glassnode, especializada em criptomoedas, os níveis atuais de realização de lucro são moderados considerando que o recorde histórico foi quebrado há poucos dias, e “se assemelham à atividade do começo de um mercado de alta”.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

O Ethereum (ETH), que vem de máxima histórica acima dos US$ 4.600, também recua ligeiramente e vai a US$ 4.528. Já a Solana (SOL) acumula alta diária de 2,6% após ocupar brevemente a quarta posição no ranking de criptomoedas por valor de mercado, ultrapassando a stablecoin Tether (USDT).

Outra que vai bem é a Axie Infinity (AXS), que avança 12,1% após os desenvolvedores lançarem oficialmente a Katana, uma exchange descentralizada (DEX) que promete reduzir custos de negociação de ativos do jogo, como compra e venda do próprio AXS.

A que mais sobe hoje, no entanto, é o IoTeX (IOTX), projeto voltado para a Internet das Coisas (IoT) que imprime ganhos de mais de 100% em meio a uma parceria firmada com a plataforma de turismo Travala para pagamento de voos e reservas de hotel com o token IOTX.

Na ponta perdedora, o destaque fica com a criptomoeda meme Shiba Inu (SHIB), que vinha de alta expressiva de mais de 400% em outubro, e hoje cai 13,9%, superando 30% de perdas semanais após receios de que o maior detentor do ativo despeje trilhões de tokens no mercado.

A carteira em questão ficou ativa pela primeira vez desde que recebeu US$ 8 mil em tokens SHIB há 14 meses. Quando a moeda alcançou sua máxima histórica mês passado, o montante chegou a valer US$ 5,7 bilhões, no que passou a ser apontado como o “maior trade da história”.

Até agora, estima-se que o novo bilionário tenha vendido US$ 700 milhões em Shiba Inu, mas ainda paira o receio de que a liquidação de uma parcela maior desses tokens no mercado faça a cripto afundar ainda mais.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h05:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 61.811-2,1%
Ethereum (ETH)US$ 4.528,56-1,5%
Binance Coin (BNB)US$ 556,05+0,4%
Solana (SOL)US$ 239,10+2,8%
Cardano (ADA)US$ 2,03-3,5%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
IoTeX (IOTX)US$ 0,162187+108,5%
Telcoin (TEL)US$ 0,02516263+18,8%
Holo (HOT)US$ 0,01614177+18,1%
Amp (AMP)US$ 0,062972+12,9%
Axie Infinity (AXS)US$ 155,12+12,1%

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Shiba Inu (SHIB)US$ 0,00005638-13,9%
Spell Token (SPELL)US$ 0,03098536-9,6%
Loopring (LRC)US$ 1,31-8,8%
THORChain (RUNE)US$ 14,89-9,8%
Nexo (NEXO)US$ 3-7,2%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 65,5+2,8%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 84,63+1,59%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 79,78+5,94%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 22,55+2,78%
QR Ether (QETH11)R$ 19,04+4,96%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta quinta-feira (4):

Milhões de americanos teriam deixado empregos após lucro com cripto

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela empresa de inteligência de mercado Civic Science realizada com 6.741 pessoas nos EUA aponta que 4% pediram demissão em algum momento no ano passado após terem conquistado liberdade financeira com investimento em criptomoedas

Ao extrapolar para a população inteira do país, o número de trabalhadores nessa situação chegaria a cerca de 13 milhões. Além disso, 7% disseram conhecer alguém que teria deixado o emprego após ganhar muito dinheiro com moedas digitais.

Entre os investidores bem-sucedidos em cripto que deixaram um emprego formal, 27% recebia salário de menos de US$ 25 mil anuais, e 37% abandonaram empregos que pagavam US$ 50 mil por ano.

O levantamento, vale lembrar, considerou um período em que o Bitcoin alcançou apenas pouco mais de US$ 20 mil, cerca de um terço do preço atual.

Binance investiga caso de criptomoeda inspirada em “Round 6”

A Binance, maior corretora do mundo por volume transacionado, abriu investigação para apurar um caso de possível golpe realizado pelos criadores da criptomoeda Squid Game (SQUID), inspirada na série “Round 6”, da Netflix.

A exchange bloqueou endereços de carteiras associados aos desenvolvedores e deve agora ajudar a coletar evidências para contribuir com investigações policiais.

O caso chamou atenção nos últimos após a cripto disparar até 75.000% na esteira do sucesso da série e sob a promessa de alimentar um jogo “play-to-earn” (jogar para ganhar) nos moldes de Axie Infinity. O ativo, no entanto, desabou em segundos poucos dias após o lançamento e deixou um prejuízo calculado em US$ 3,3 milhões.

O curioso é que, mesmo com uma série de alertas de que o projeto pode ter aplicado um golpe, o preço do ativo voltou a disparar 600% entre ontem e hoje.

Valor investido em finanças descentralizadas passa de US$ 100 bilhões

Já passa de US$ 100 bilhões o valor depositado em protocolos de finanças descentralizadas (DeFi), que usam contratos inteligentes e criptomoedas para eliminar intermediários de operações financeiras, como empréstimos e produtos de rendimento.

O segmento é dominado atualmente pelos projetos Convex Finance, Yearn.Finance e Rari Capital, que acumulam US$ 9,6 bilhões, US$ 4,7 bilhões e US$ 1,3 bilhão em valores acumulados por investidores em smart contracts.

Embora tenha o menor capital investido, a plataforma Rari Capital vem de aumento de 100% no valor depositado em seus contratos após passar a oferecer rendimentos na casa de milhares percentuais em alguns tokens.

Os três protocolos rodam na rede Ethereum, o que ajuda a impulsionar o preço do segundo criptoativo com maior valor de mercado, atrás apenas do Bitcoin. Para movimentar valores nesses projetos DeFi, vale lembrar, é preciso pagar taxas em ETH.

Quer aprender a investir em criptoativos de graça, de forma prática e inteligente? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir

Compartilhe