Alta de preços

CPI do Reino Unido: inflação acelera em maio e atinge 9,1% na comparação anual

Resultado, no entanto, ficou 0,1 ponto porcentual abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal

Por  Estadão Conteúdo -

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) do Reino Unido acelerou em maio e atingiu 9,1% na comparação com o mesmo mês do ano anterior, segundo dados publicados nesta quarta-feira (22) pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS).

O resultado é uma aceleração em relação à alta de 9,0% observada em abril, mas ficou 0,1 ponto porcentual abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal (que previam 9,2%).

Já o núcleo do CPI, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, aumentou 0,7% em maio na comparação com abril e 5,9% no confronto anual. As projeções do mercado eram de alta de 0,7% e 6,2%, respectivamente.

Em meio à persistência da inflação alta, o Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) decidiu na quinta-feira (16) elevar a taxa básica de juros pela quinta vez consecutiva, para 1,25%, decisão que veio em linha com a expectativa de analistas.

Inflação na Zona do Euro

Já o vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Luis de Guindos, disse nesta quarta que a inflação na Zona do Euro deverá se manter perto do atual nível recorde nos próximos meses e começar a desacelerar após o verão europeu, que acaba em setembro.

Guindos disse também que o tamanho da alta de juros dependerá das expectativas de inflação (o BCE já adiantou que planeja elevar a taxa em 0,25 ponto percentual na reunião de julho e sinalizou mais um aumento de 0,50 p.p. na de setembro).

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe