Corretoras

Corretoras registram prejuízo no acumulado do ano, mostra o Valor

Levantamento feito com 27 corretoras apontou prejuízo em 16 delas; queda na taxa de juros e redução no número de IPOs diminuíram a receita das empresas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Um levantamento feito com as 27 maiores corretoras de valores não ligadas a grandes bancos em volume na Bovespa apontou que 16 apresentaram prejuízo no acumulado do ano até setembro, diz reportagem do Valor Econômico desta quarta-feira (26).

Entre as instituições com lucro, apenas quatro conseguiram superar R$ 1 milhão. Segundo o Valor, as corretoras viram a receita obtida com a remuneração do dinheiro dos clientes em conta cair devido à queda na taxa de juros e ainda sofreram com a crise europeia e a redução no número de IPOs (sigla em inglês para Oferta Pública Inicial de Ações).

Para o presidente da BM&FBovespa, Edemir Pinto, as corretoras precisam pensar em consolidação, fusão ou parceria, que será a grande saída para a indústria.

Em 2012, duas operações do tipo foram anunciadas: a associação entre as corretoras Prosper e Planner e a aquisição de 100% do controle da Banif pela Caixa Geral de Depósitos (CGD). Segundo a reportagem, em 2013 o mercado pode aguardar mais duas ou três operações.