Erro nas taxas

Corretora de criptomoedas Bitfinex paga US$ 23,7 mi em taxas para movimentar US$ 100 mil na Ethereum

Cobrança tem sido tratada como erro na rede, mas pode ser tornar a maior taxa já paga na Ethereum

mercados internacionais

SÃO PAULO – A corretora de criptomoedas (exchange) Bitfinex realizou uma transação na manhã desta segunda-feira (27) de US$ 100 mil com a stablecoin Tether (USDT). Porém, o que chamou atenção a taxa de US$ 23,7 milhões paga para realizar a operação.

A cobrança foi considerada um erro da rede, mas mesmo assim se tornou a maior taxa de transação da Ethereum (ETH) já paga em dólares.

A transação foi feita a partir de uma das carteiras principais da Bitfinex, que enviou a quantia para uma carteira da DeversiFi, uma exchange não-custodial.

“Às 11:10 UTC (8h10 em Brasília) do dia 27 de setembro, uma transação de depósito foi feita usando uma carteira de hardware da interface de usuário principal da DeversiFi com uma taxa de gas erroneamente alta”, disse um porta-voz da DeversiFi para o site The Block.

“A DeversiFi está atualmente investigando a causa para determinar como isso ocorreu e irá manter todos atualizados. Nenhum dinheiro de clientes da DeversiFi está em risco e este é um problema interno para a DeversiFi resolver. As operações não foram afetadas”, acrescentaram.

Chama atenção ainda o fato da operação ter usado a Proposta de Melhoria do Ethereum 1559 (EIP-1559, na sigla em inglês), implementada em agosto e que busca reduzir as taxas cobradas na rede e ainda torná-las mais previsíveis (clique aqui para saber mais).

A transação foi incluída em um bloco que foi minerado por um minerador desconhecido de Ethereum e que está entre os dez maiores mineradores em blocos minerados nos últimos sete dias.

Na noite de segunda, a DeversiFi informou em seu Twitter que o minerador do bloco 13307440 irá devolver os 7626 ETH que foram pagos incorretamente como taxa.

Maiores especialistas do Brasil te ensinam a investir melhor nessa classe de ativos: conheça o curso Criptoinvestidor!