Vendas de ações

Controladores da Braskem (BRKM5) protocolam pedido de oferta secundária de até R$ 8 bilhões

Expectativa é ofertar até 154.886.547 de ações preferenciais classe A. Desse total 79.182.486 ações pertencem à NSP e 75.704.061 à Petrobras

Por  Equipe InfoMoney -

A Braskem (BRKM3;BRKM5;BRKM6) informou que a Petrobras (PETR3;PETR4) e a NSP Investimentos (Novonor, antiga Odebrecht, em recuperação judicial) – controladores da petroquímica – registraram pedido de oferta pública de distribuição secundária de ações, simultânea no Brasil e no exterior, que pode movimentar até R$ 8,06 bilhões.

Segundo o prospecto da oferta, serão distribuídas até 154.886.547 de ações preferenciais classe “A”. Desse total, 79.182.486 ações são de titularidade da NSP Investimentos e 75.704.061 pertencem à Petrobras. O documento acrescenta que não haverá colocação de lote adicional ou suplementar de ações à venda.

As cotações das ações da petroquímica na B3 e na NYSE, em 13 de janeiro de 2022 – o que serve de base para a estimativa de até R$ 8,06 bilhões da oferta – fecharam, respectivamente, em R$ 52,05 por ação preferencial e em US$ 18,80 – neste caso, dos recibos destas ações (ADSs, American Depositary Shares, na sigla em inglês).

“Ressalte-se que, tratando-se de uma oferta pública integralmente secundária, a oferta global é realizada exclusivamente pelos acionistas vendedores, sendo que companhia não está realizando qualquer emissão, venda ou distribuição de ações”, ressaltou a Braskem.

No final do ano passado, a Petrobras já havia informado que havia aprovado o modelo de oferta secundária de ações (follow-on) em conjunto com a Novonor S.A., antigo Grupo Odebrecht, para venda de fatia de ambas na Braskem.

Cronograma da oferta secundária

Segundo o cronograma da oferta, dia 21 de janeiro começa o período de reserva da oferta e dia 26 de janeiro o seu encerramento. A expectativa é de que no dia 27 de janeiro seja fixado o valor por ação da oferta, com início da negociação dos papéis na B3 em 31 de janeiro.

O registro para a oferta secundária ocorreu tanto na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) quanto na Securities and Exchange Commission (SEC, órgão que regula o mercado de capitais nos EUA).

As ações preferenciais classe “A” estão admitidas à negociação no Nível 1 de Governança Corporativa da B3 S.A., sob o código “BRKM5”. A oferta segue os trâmites da instrução 400 da CVM.

O coordenador líder da oferta global é o Banco Morgan Stanley. Atuam também na operação JPMorgan, Bradesco BBI, BTG Pactual, Citi, Itaú BBA, Santander e UBS BB.

Controle da Braskem

Conforme informações no site da Braskem, com base na posição de 31/12/2020, a Novonor, anteriormente denominada Odebrecht, conta com 50,1% do capital votante e 38,3% do capital total.

Já a Petrobras conta com 47% das ações com direito a voto e 36,1% do capital integral da companhia. Por sua vez, outros acionistas detêm 2,9% do capital votante e 25,6% do total.

Nos últimos doze meses as ações da Braskem se valorizaram 133,5%, enquanto neste ano recuam 9,49%. No pregão de sexta-feira, fecharam cotadas a R$ 52,16.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe