Conteúdo Patrocinado
Oferecido por Conta Simples

Facilidades do cartão corporativo ajudam a acelerar expansão de empresas digitais

Fintech Conta Simples aposta em plataforma unificada para sanar dor do financeiro das empresas

Por  MoneyLab -

Todos os dias os gastos com cartões corporativos estão presentes na rotina das empresas. Seja no cafezinho, nas compras ou até mesmo nas viagens, a ferramenta é indispensável. Apesar da suposta praticidade, muitos negócios nativos digitais esbarram em burocracias nos grandes bancos e sofrem com limites de cartões, o que pode travar o processo de crescimento.

Pensando em simplificar esse mercado e sanar a dor do financeiro das empresas, a fintech Conta Simples começou a ganhar forma em 2019. A plataforma inteligente une a gestão de cartões corporativos e conta corrente digital em um único lugar, o que torna o gerenciamento dos gastos fácil, rápido e em tempo real.

“A ideia de criar a empresa veio de uma dor que eu e um dos meus sócios vivemos com a primeira startup que criamos. Tínhamos dificuldade de acesso e experiências frustrantes com os grandes bancos, por isso decidimos fundar a Conta Simples para resolver isso”, diz Rodrigo Tognini, CEO da Conta Simples.

Segundo o executivo, quase metade das 22 milhões de empresas abertas no Brasil usa o cartão corporativo em algum momento. “Temos um potencial de pelo menos 10 milhões de clientes”, afirma Tognini, uma vez que ele não conta as 12 milhões de MEIs que fazem parte deste universo.

Na prática, qualquer empresa que precise de cartão corporativo, independente do porte, pode procurar a Conta Simples. A empresa faz tudo personalizado, desde a quantidade necessária de cartões, físicos e digitais, até a gestão dos gastos.

É possível, por exemplo, definir limites diferentes para cada cartão, categorizar custos e eleger responsáveis pelas aprovações. Tudo isso pode ser controlado pela plataforma, que tem fácil usabilidade e garante agilidade na tomada de decisões.

“As empresas, especialmente as de atuação digital, possuem um crescimento muito rápido e a necessidade de se adequar às mudanças o tempo todo. Nossa plataforma permite que isso seja feito sem complicação. Nós somos a facilidade para que as empresas cresçam sem tanta burocracia”, diz Tognini.

Mudanças no financeiro

Os ganhos com a Conta Simples vão desde a visão gerencial dos custos até questões estratégicas. “Temos empresas que antes demoravam até três semanas para fazer fechamentos e hoje fazem isso em três dias, com o nosso sistema, de forma segura. Isso impede cobranças duplicadas, erros, exclui bloqueios dos cartões e possibilita uma visão mais dinâmica sobre onde os gastos estão sendo feitos”, afirma o CEO.

Dessa forma, as empresas têm embasamento para definir melhor os investimentos, além de dar autonomia e ganho de tempo para o pessoal, já que os funcionários podem focar em tarefas mais estratégicas e deixar a parte de fechamento por conta da plataforma. “Ajudamos na otimização da performance de vários setores nas empresas”, diz o executivo.

Entre os diferenciais da empresa está a ausência de mensalidade para o acesso à plataforma. Além disso, a Conta Simples prioriza a proximidade com os clientes e realiza os atendimentos por Whatsapp para agilizar as respostas.

“Pensando na comparação com os bancos tradicionais, nossos ganhos são enormes. Por exemplo, não cobramos adicional por emissão de cartão e todo nosso produto foi pensado no ambiente digital com uma jornada simplificada”, explica o executivo.

Para operar com a empresa é necessário abrir uma conta, que tem limite flexível e possibilita realizar outras operações, como pagamentos, PIX e até folha de pagamento. “Nós criamos uma camada de inteligência em cima da conta corrente”, completa.

Na lista de clientes da Conta Simples, estão 42 mil empresas brasileiras, entre startups, e-commerces, marketplaces, infoprodutores, agências e gestores de tráfego pago. Em geral, são empresas digitais que têm alto volume de despesas, como Revelo, Swile Brasil, Buser, Ramper e Alura.

Eficiência de tempo

No caso da Revelo, a chegada dos múltiplos cartões corporativos da Conta Simples foi a tão esperada solução para os problemas de gestão financeira que tomavam um tempo enorme do CFO.

“Eu passava horas no telefone tentando impedir bloqueios de pagamentos ou pedindo aumento de limite. Com a Conta Simples isso mudou. Nosso maior ganho foi poder dar mais autonomia em alguns gastos para os líderes de times da nossa empresa, com limites claros e visibilidade dos gastos”, afirma CFO na Revelo & Head do Revelo Up para Empresas, Fernando Kalil.

A Conta Simples abriu um leque de opções a Revelo, que hoje emite cartões corporativos de acordo com a necessidade. Seu financeiro tem 15 cartões separados por área, com cada head responsável por gerir os pagamentos e configurar os limites. Assim, a empresa disse adeus aos gastos fantasmas.

Clareza nos gastos

Mudança também para o time financeiro da Alura, plataforma de educação online na área de programação e desenvolvimento, que foi impactada de forma bastante positiva depois que a Conta Simples passou a ser adotada.

Com apenas um cartão fornecido pelo banco tradicional, o departamento sofria para descobrir a origem dos gastos e perdia muito tempo com essa identificação. “Chegava a fatura no final do mês, e a gente não conseguia saber quem eram os responsáveis pelas despesas. Era um cartão só para todo mundo usar, e a gente não conseguia classificar de onde tinham vindo os gastos”, lembra Jessica Lino, supervisora de Contas a Pagar da Alura.

A utilização da ferramenta vem desde março de 2021 e já está bem consolidada. “Iniciamos com uma conta. Atualmente, já temos duas contas abertas. Algumas áreas acabam utilizando mais, mas, para qualquer despesa que seja necessária, uma assinatura de software ou uma compra pontual no cartão, a gente usa a Conta Simples. Então, toda a empresa está envolvida com a plataforma.”

As mudanças, segundo Jéssica, também geraram autonomia para quem utiliza os cartões corporativos e organização para o financeiro. “Com a Conta Simples, conseguimos criar a organização que a gente precisava. Cada diretor tem o seu cartão, e na hora que chega uma despesa, sabemos de quem ela é. Resolvemos o problema.” Jessica Lino, supervisora de Contas a Pagar da Alura.

Jornada de crescimento

A agilidade nos processos para atender os clientes garantiu também um crescimento veloz para a Conta Simples. Para se ter uma ideia, a fintech multiplicou a base de clientes em mais de 22 vezes nos últimos dois anos e a receita aumentou 475% ano contra ano.

A empresa fechou 2021 com R$ 4,3 bilhões transacionados, número seis vezes maior que o mesmo período de 2020. Em 2022, a Conta Simples já movimenta R$ 650 milhões por mês, valor que cresce mensalmente entre 10% e 12%. “Esperamos transacionar algo entre R$ 10 e R$ 12 bilhões neste ano”, calcula Tognini.

Os bons resultados já garantiram aportes totais de R$ 151,4 milhões para a Conta Simples desde a fundação. Em novembro de 2021, a fintech concluiu a rodada de investimentos Série A no valor de R$121,4 milhões.

A injeção de capital foi liderada pelo fundo JAM — do investidor e fundador do Tinder, Justin Mateen, que já apoiou outras plataformas financeiras, como a Brex —  e pela Valor Capital. A Base10 Partners também participou da Série A. Os fundos Y Combinator (maior aceleradora do mundo), Quartz e Big Bets, que já investiram na fintech anteriormente, seguiram a rodada.

Internamente, a empresa triplicou o número de colaboradores em 2021 e passou de 50 para 150 pessoas no time. Além disso, está com processo de contratações aberto e deve encerrar o ano com 350 funcionários.

De olho no futuro

Trazer ainda mais inteligência e estratégia está entre as programações da Conta Simples para 2022. De acordo com Rodrigo Tognini, a ideia é criar insights para os clientes a partir dos números e detalhes das transações. “Já estamos cruzando dados para montar dashboards que ajudem na tomada de decisão”, diz Rodrigo.

Outros planos também incluem incorporar produtos de crédito para ajudar os parceiros a expandir os negócios e aumentar a prateleira com outros serviços, como anexação de notas e APIs, por exemplo.

Para saber mais sobre a Conta Simples, acesse https://contasimples.com/blog/o-que-e-a-conta-simples/

Fale com o Consultor da Conta Simples

Compartilhe