Conta de telefone: IST fica em 0,20% em maio

Já o antigo balizador, o IPG-DI, teve crescimento de 0,16% no mesmo período. Novamente, a troca de índices trouxe prejuízo ao consumidor

Por  Ana Paula Ribeiro -

SÃO PAULO – A inflação acumulada pelo setor de telefonia, medida pelo Índice de Serviços de Telecomunicações (IST), atingiu 0,20% em maio, de acordo com informações divulgadas na última quarta-feira (20) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

O índice de reajuste do setor foi trocado no ano passado e, assim como ocorreu em abril, o consumidor foi prejudicado no quinto mês do ano, já que o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), o antigo balizador, apontou alta de 0,16% em igual período.

No entanto, considerando o acumulado dos últimos 12 meses, a variação do IST totaliza 2,91%, 1,47 ponto percentual menos do que o IGP-DI, 4,38%.

Sistema e perda

O sistema funciona da seguinte maneira: assim como ocorre, por exemplo, com o valor do pedágio, que é modificado anualmente com base na variação do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), o cálculo das telecomunicações é baseado no IST.

Com a troca de balizadores, portanto, o usuário teve perda no mês de maio. Até janeiro, o consumidor estava ganhando com a troca dos índices de reajuste, já que o IGP-DI acumulava 0,43% e o IST, 0,22%.

Em fevereiro, no entanto, teve prejuízo (0,25% do IST ante 0,23% do IGP-DI). Em março, os balizadores estavam iguais, em 0,22%, enquanto em abril, o consumidor voltou a perder, já que o IST atingiu 0,18% e o IGP-DI, 0,14%.

Compartilhe