Habitação

Construções de moradias iniciadas nos EUA caem 8,8% em março

No mês passado, o número de novas construções caiu 8,8% ante fevereiro, a uma taxa anual sazonalmente ajustada de 1,089 milhão

arrow_forwardMais sobre

As construções de novas moradias nos Estados Unidos tiveram forte queda em março, atingindo o menor nível desde outubro do ano passado, segundo dados publicados hoje pelo Departamento do Comércio norte-americano.

No mês passado, o número de novas construções caiu 8,8% ante fevereiro, a uma taxa anual sazonalmente ajustada de 1,089 milhão. Analistas consultados pelo Wall Street Journal previam estabilidade, a 1,18 milhão de unidades.

O dado de fevereiro ante janeiro, por outro lado, foi revisado para cima, de alta de 5,2% para ganho de 6,9%, a 1,194 milhão de unidades.

PUBLICIDADE

A construção de residências para uma única família, que respondem por cerca de dois terços do mercado, recuou 9,2% em março. Já a construção de unidades para várias famílias, que incluem apartamentos e condomínios, teve queda de 8,5% no mês passado.

Permissões para novas construções, que servem como indicador para a atividade futura, caíram 7,7% em março, a 1,086 milhão, de 1,177 milhão em fevereiro. A previsão dos analistas para fevereiro era de emissão de 1,2 milhão de permissões. Fonte: Dow Jones Newswires.

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; 5 novos papéis entraram no portfólio de abril

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa