Incorporação no radar

Conselho de Administração da Itaúsa aprova andamento da incorporação da XPart pela XP

Incorporação estará sujeita a algumas condições, como aprovação pelas assembleias gerais da XPart e da XP

(XP/Divulgação)

SÃO PAULO – O Conselho de Administração da Itaúsa (ITSA4), holding que contra o Itaú Unibanco (ITUB4 aprovou a assinatura do acordo de segregação acionária do Itaú na XP o que, na prática, representa mais um passo para a saída do banco da companhia.

A operação, para que seja concluída, estará sujeita a algumas condições, entre elas, à sua aprovação pelas assembleias gerais da XPart (empresa que vai herdar a fatia do Itaú) e da XP a serem oportunamente convocadas para serem realizadas por volta da metade do segundo semestre de 2021.

Segundo informou a Itaúsa em comunicado ao mercado, tal segregação de ativos ainda está condicionada à obtenção de manifestação favorável do Federal Reserve Board e também precisa de aprovação do Banco Central do Brasil.

O Itaú comprou uma participação de 49,9% da XP em maio de 2017 por R$ 6,3 bilhões, reduzindo sua participação para 46,05% após a abertura de capital da XP na Nasdaq. Em dezembro de 2020, o banco vendeu uma fatia de 5% na companhia.

Agora, essa fatia restante de 41,5% será incorporada na XP Part; assim, os atuais acionistas do Itaú vão receber os ativos desta empresa de forma proporcional às suas participações no banco.  Posteriormente, haverá a extinção da XP Part, que terá seu capital convertido em ações da XP.

Assim, caso a incorporação da XPart pela XP seja aprovada nas assembleias gerais, os acionistas do Itaú Unibanco receberão: (a) no caso dos acionistas controladores do Itaú Unibanco e dos titulares de American Depositary Receipts (ADRs), ações Classe A de emissão da XP, e (b) no caso dos demais acionistas, Brazilian Depositary Receipts (BDRs) patrocinados Nível I, em substituição aos valores mobiliários da XPart, que não se tornará uma empresa listada em bolsa uma vez que será extinta com sua incorporação pela XP.

“Os demais desdobramentos da Incorporação da XPart pela XP serão informados ao mercado e aos investidores oportunamente”, informou a Itaúsa.

Sócia da XP Investimentos oferece curso gratuito de como alcançar a liberdade financeira. Clique aqui para se inscrever.