Confira a agenda econômica da última semana de janeiro

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

A agenda econômica semanal começa com a divulgação, na segunda-feira, do IPC Quadrissemanal da Fipe referente à terceira semana de janeiro. Já a Secretaria de Comércio Exterior divulga o resultado da balança comercial na quarta semana do mês; desde o começo do ano, o déficit chega a US$ 399 milhões.

Na terça-feira começa a reunião do FED, o banco central norte-americano, que terminará no dia seguinte. Será divulgado nos EUA o índice de confiança do consumidor referente a janeiro (o mercado espera que o índice atinja 124,5). No Brasil, a Fundação Getúlio Vargas divulga o IGP-M de janeiro (0,55%). No Japão, o governo mostra a taxa de desemprego de dezembro, que no mês anterior foi de 4,8%.
Na quarta-feira, todas as atenções se voltam aos EUA, onde o FED divulga a taxa básica de juros após o final de sua reunião. Analistas esperam um corte de 0,5 ponto percentual na taxa, que está atualmente em 6,00%. Além disso, serão divulgados no país o PIB do quarto trimestre (expectativa de crescimento de 2,5%), o índice de venda de casas novas referente a dezembro (expectativa de 885 mil) e as reservas de petróleo e gás na última semana, sendo que na medição anterior o estoque era de 286,2 milhões de barris. Será divulgada também a taxa de desemprego na zona do euro, que foi de 8,8% em novembro, e a taxa de desemprego na França, onde atingiu 9,2% no mesmo mês.
Na quinta-feira serão divulgados novos indicadores econômicos nos EUA: o índice de renda individual referente a dezembro (0,3%);, o índice de consumo individual também de dezembro (0,4%); o número de pedidos de auxílio-desemprego na quarta semana de janeiro (330 mil); o índice de gastos na construção referente a dezembro (-0,6%); e o NAPM Index (42,0%), que mede a atividade industrial no país, referente a janeiro. Na Europa, o Banco Central Europeu decide sobre a taxa básica de juros na zona do euro, atualmente em 4,75%.
Na sexta-feira será divulgado nos EUA o mais importante indicador da atividade econômica, o Employment Report, referente a janeiro. Fazem parte desse relatório a taxa de desemprego (4,1%), o número de postos de trabalho criados excetuando-se a agropecuária (90 mil), o índice da variação de ganhos por hora trabalhada (0,3%); e a média de horas trabalhadas por semana (34,0). Encerrando a semana, será divulgado também nos EUA o índice de pedidos feitos à indústria (1,2%) referente a dezembro.

Compartilhe