Finanças descentralizadas

Compound é primeiro projeto DeFi a receber nota do S&P Global Ratings

Agência aplicou a nota B- ao Compound Treasury, plataforma que promete rendimento de 4% ao ano

Por  CoinDesk -

O braço institucional da plataforma de finanças descentralizadas (DeFi) Compound é o primeiro do setor a receber uma avaliação da agência de classificação de crédito S&P Global Ratings.

A instituição que funciona como um árbitro de credibilidade para o sistema financeiro concedeu à plataforma de rendimento Compound Treasury (um produto da Compound Prime LLC) uma nota B-, o que significa que ela é classificada como “especulativa”, mas que “atualmente tem a capacidade de cumprir compromissos financeiros”.

“A perspectiva é estável”, disse a S&P sobre o Compound Prime em comunicado.

Apesar das notas baixas, a Compound anunciou a classificação em tom otimista, como a primeira da história para um produto DeFi. Além disso, seria a primeira vez que um produto “DeFi institucional” seria mencionado por uma das principais agências de classificação de crédito.

“[Isso] sinaliza um tremendo progresso na maturidade da indústria de criptomoedas, à medida que as instituições tradicionais começam a julgar os riscos das ofertas financeiras alimentadas por ativos digitais”, escreveu o gerente geral do Compound Treasury, Reid Cuming, em comunicado.

Ao CoinDesk, Cuming descreveu a classificação como um “mecanismo de tradução” para instituições que desejam mergulhar no DeFi.

“O que é realmente interessante e importante sobre isso é que realmente mostra que o DeFi pode ser medido, pesado e incorporado em metodologias de risco financeiro mais tradicionais e, além disso, também entendido pelas finanças tradicionais”, disse Cuming em entrevista.

Lançado em junho de 2021, o Compound Treasury foi projetado para atrair empresas com experiência em criptomoedas que buscam rendimento em suas reservas de caixa. Contas no serviço são consideradas valor mobiliário e rendem 4% anuais sobre depósitos na stablecoin USD Coin (USDC). A oferta está disponível apenas clientes institucionais credenciados.

Em sua avaliação, a S&P disse que o Compound Treasury ainda precisa se firmar, “com apenas 20 clientes e US$ 180 milhões investidos até o final de abril”. Em comparação, a principal plataforma de empréstimos DeFi da Compound atualmente possui um valor total investido de mais de US$ 5 bilhões em criptoativos.

“As principais fraquezas de classificação incluem, em nossa opinião, a base de capital muito baixa da empresa, risco regulatório associado a criptomoedas, risco e complexidade operacional consideráveis, risco de conversibilidade entre moedas estáveis ​​privadas e moeda fiduciária e os obstáculos potenciais para gerar um retorno de 4 %”, afirmou a S&P.

Compartilhe