InfoMoney TV

Como as 7 recomendações do dia reagiram na Bolsa e os 4 eventos “imperdíveis” para qualquer investidor

O InfoMoney na Bolsa traz ainda os destaques da política e do noticiário corporativo

SÃO PAULO – No dia em que os investidores brasileiros terão que monitorar dois dados importantes dos Estados Unidos e as declarações da equipe econômica, o noticiário corporativo ganha destaque com novidades em dois setores e um revés para a Petrobras. 

O InfoMoney na Bolsa detalhe as mudanças nas recomendações de compra do Credit Suisse para quatro empresas do setor da construção e do Santander para três papéis de bancos.

É destaque também a decisão da CMV de que a Petrobras deve refazer e reapresentar seus balanços de 2013, 2014 e 2015 para contemplar a prática contábil de hegde.

Na agenda, Às 10h15, sai o relatório ADP com dados do emprego no setor privado  dos EUA, que podem influnciar diretamente a decisão de política monetária do Fed.

Às 11h, as atenções se concentram na entrevista que o presidente do BC, Ilan Goldfajn, concede ao Broadcast. No radar, as chances de ajustar expectativa para os juros e o dólar, dependendo das sinalziações sobre o futuro do ciclo de afrouxamento monetário e das swaps cambiais que vencem em abril.

Às 12h30, serão conhecidos os estoques norte-americanos de petróleo, que podem reforçar o viés de que a produção e a exportação da commodity pelos EUA podem anular anular efeitos de restrição de oferta conforme acordo fechado pela Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo).

Além disso, o InfoMoney na Bolsa traz os destaques da política e do noticiário corporativo. Assista à íntegra do programa no vídeo abaixo: