Visão Técnica

Com foco no curtíssimo prazo, analista aponta 3 operações para “driblar” a congestão do mercado

Analista destaca canal de baixa em Vale e preferência de Bradesco entre os bancos

SÃO PAULO – A tramitação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, em meio aos esforços do governo para angariar o apoio necessário e a percepção de que as concessões estão desfigurando o projeto, deve deixar o mercado “de lado” pelas próximas semanas.

No Visão Técnica desta sexta-feira (5), o analista técnico Rafael Ribeiro analisou o comportamento recente do Ibovespa e sinalizou que o índice deve seguir “lateralizado” até que haja uma definição a respeito do avanço do ajuste fiscal no Congresso neste mês. O especialista destacou a importância de monitorar a média móvel de 21 semanas, que vem garantindo um viés de alta do benchmark da bolsa brasileira. 

No primeiro bloco, Ribeiro comentou também as perspectivas para o dólar.

PUBLICIDADE

No segundo bloco, Ribeiro comentou o comportamento recente do minério de ferro e como a correção dos últimos dias influenciou os papéis da Vale (VALE3; VALE5), que negociam em canal de baixa no gráfico diário. Em relação aos bancos, o analista ressalta que o Bradesco (BBDC4) tem uma configuração gráfica mais interessante que seus pares na B3.

No terceiro bloco, destacou a escassez de boas oportunidades no quadro atual do mercado acionário. Ribeiro apontou três ações para os investidores monitorarem ao longo dos próximos dias e indicou pontos de entrada e saída, especialmente para operações de day trade a fim de aproveitar importantes suportes evidenciados nos gráficos.