Nova máxima

Com EUA animando, Ibovespa fecha em alta e atinge maior patamar desde outubro

Com acordo entre republicanos e democratas nos EUA cada vez mais perto de acontecer, índice acompanhou bom humor do cenário externo e subiu pelo 3º pregão seguido

arrow_forwardMais sobre

*Primeira versão às 17h47 (horário de Brasília)

SÃO PAULO – O Ibovespa registrou a sua terceira valorização seguida na sessão desta terça-feira (11), em meio ao aumento de chances de que um acordo entre democratas e republicanos seja selado para resolver a questão do abismo fiscal. Com isso, o índice registrou ganhos de 0,63%, aos 59.623 pontos, maior patamar desde 18 de outubro, quando atingiu os 59.733 pontos. O giro financeiro foi de R$ 7,47 bilhões. 

Na tarde desta terça, as declarações de John Boehner, presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, sobre o aumento de chances de um acordo geraram otimismo no mercado, fazendo com que o benchmark da bolsa subisse 0,84%, acompanhando as bolsas dos EUA.

Mineradoras e Rossi avançam; Marfrig
Em destaque, estiveram as ações da Rossi Residencial (RSID3), que lideraram os ganhos do índice, com alta de 5,48%, aos R$ 4,62, seguidas pelos papéis da B2W (BTOW3,R$ 17,74, +5,28%) e dos papéis ON da Eletrobras (ELET3, R$ 6,81, +5,26%). Estiveram com forte altas também as ações de empresas mineradoras e siderúrgicas, em meio ao bom humor externo e à melhora das perspectivas para o setor. 

Na ponta oposta, estiveram mais uma vez as ações dos frigoríficos Marfrig (MRFG3, R$ 8,17, -5,33%) e JBS (JBSS3; R$ 5,67, -2,74%). Já os papéis de imobiliárias, exceto os da Rossi, tiveram fortes perdas, com destaque para Cyrela (CYRE3, R$ 17,91, -4,73%), MRV (MRVE, R$ 11,75, -3,45%), BR Malls (BRML3, R$ 27,87, -2,55%) e PDG Realty (PDGR3, R$ 3,26, -2,10%). 

As maiores altas, dentre as ações que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 RSID3 ROSSI RESID ON4,62+5,48-38,8960,25M
 BTOW3 B2W VAREJO ON17,74+5,28+97,1134,43M
 ELET3 ELETROBRAS ON6,81+5,26-58,4332,91M
 MMXM3 MMX MINER ON ES4,14+4,02-37,7643,38M
 BRFS3 BRF FOODS ON40,00+3,63+10,25164,83M

As maiores baixas, dentre os papéis que compõem o Índice Bovespa, foram:

 Cód.AtivoCot R$% Dia% AnoVol1
 MRFG3 MARFRIG ON8,17-5,33-4,3361,94M
 CYRE3 CYRELA REALT ON17,91-4,73+22,94108,66M
 MRVE3 MRV ON11,75-3,45+14,1965,34M
 OGXP3 OGX PETROLEO ON4,70-2,89-65,49281,22M
 GFSA3 GAFISA ON4,78-2,85+16,0256,44M

As ações mais negociadas, dentre as que compõem o índice Bovespa, foram:

 CódigoAtivoCot R$Var %Vol1Neg 
 VALE5 VALE PNA38,18+2,00790,39M27.100 
 PETR4 PETROBRAS PN19,99+2,15495,93M36.077 
 OGXP3 OGX PETROLEO ON4,70-2,89281,22M26.722 
 ITUB4 ITAUUNIBANCO PN ED32,99+0,64234,06M16.803 
 BBDC4 BRADESCO PN EJ35,80+0,59171,85M15.688 
 BVMF3 BMFBOVESPA ON13,80+3,29165,43M18.337 
 BRFS3 BRF FOODS ON40,00+3,63164,83M10.579 
 PETR3 PETROBRAS ON20,24+1,56138,36M14.469 
 AMBV4 AMBEV PN88,35+0,50137,43M7.218 
 VALE3 VALE ON39,00+2,23131,10M9.736 

* – Lote de mil ações
1 – Em reais (K – Mil | M – Milhão | B – Bilhão)
 

PUBLICIDADE

Fed e política italiana seguem no radar
Na ausência de indicadores econômicos de peso, os investidores estão de olho na reunião do Federal Reserve. Economistas esperam que o Fed anuncie uma nova rodada de compra de títulos público ao final da reunião, na próxima quarta-feira. O programa deve substituir os estímulos vindos da “Operação Twist”, que expira no final deste ano. 

Além do cenário norte-americano, a futura renúncia do primeiro-ministro italiano, Mario Monti, continua causando nervosismo no mercado. Contudo, na véspera, o premiê tentou tranquilizar os investidores, ao dizer que as reações dos mercados “não devem ser dramatizadas”. Ele se mostrou confiante de que o governo que vencer as próximas eleições gerais da Itália “será altamente responsável” e orientado para a União Europeia.

Entre os poucos indicadores da agenda, destaque para o sentimento econômico na Alemanha, que registrou forte alta no mês de dezembro, graças a dados econômicos encorajadores dos Estados Unidos, entrando em território positivo pela primeira vez desde maio.

Por aqui, a taxa de desemprego na indústria brasileira registrou alta de 0,4% em outubro deste ano, na comparação com o mês imediatamente anterior, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Já nos EUA, o Departamento de Comércio apresenta a balança comercial mensal do país. 

Bolsas Internacionais
Nos EUA, o cenário foi de otimismo para as bolsas. O índice Nasdaq Composite, que concentra as ações de tecnologia norte-americanas, fechou em alta de 1,18% e atingiu 3.022 pontos. Seguindo esta tendência, o índice S&P 500 valorizou-se 0,65% a 1.428 pontos, da mesma forma, o índice Dow Jones, que mede o desempenho das 30 principais blue chips norte-americanas, subiu 0,60% a 13.248 pontos.

Na Europa, o índice CAC 40 da bolsa de Paris registrou alta de 0,94% e atingiu 3.646 pontos; no mesmo sentido, o índice DAX 30 da bolsa de Frankfurt valorizou-se 0,78% chegando a 7.590 pontos e o FTSE 100, da bolsa de Londres, subiu 0,06% a 5.925 pontos.

Dólar
O dólar comercial fechou quase estável, com alta de 0,01% e terminando a R$ 2,0776 na venda.

Renda Fixa
As taxas dos principais contratos de juros futuros registraram nova alta, em meio às indicações do presidente do BC de que não haveria mais cortes na Selic por um período prolongado. O contrato de juros de maior liquidez nesta segunda-feira, com vencimento em janeiro de 2014, fechou aos 7,10%, com alta de 0,05 ponto percentual em relação à sessão anterior.

PUBLICIDADE

Agenda da próxima sessão
A agenda desta quarta-feira (12) estará bastante movimentada, principalmente no cenário externo. No Brasil, teremos o vencimento sobre os contratos futuros de Ibovespa e o fluxo cambial semanal.

Nos EUA, destaques para o segundo e último dia da reunião do Fomc (Federal Open Market Comitee),a autoridade monetária norte-americana, e também para a divulgação do orçamento governamental mensal. Teremos ainda o Export Prices e o Import Prices, que calculam os preços dos bens produzidos no país e vendidos ao restante do mundo e que permitem identificar eventuais tendências inflacionárias no comércio internacional, no primeiro indicador é excluída a produção agrícola, enquanto no segundo são excluídas as cotações do petróleo.