Com agenda repleta de indicadores domésticos, juros futuros fecham em queda

Segundo Focus, projeções para a inflação ficam em 4,33% ao final de 2009; IPC-S marca 0,48% na segunda prévia do mês de maio

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As taxas dos contratos de DI futuro encerraram a primeira sessão da semana em queda na BM&F Bovespa. Neste dia, o mercado avaliou os novos números trazidos pelo Relatório Focus, a segunda prévia para o IPC-S (Índice de Preços para o Consumidor – Semanal) de maio e as medidas para a balança comercial e emprego doméstico.

Na versão atualizada da publicação semanal do Banco Central, as projeções para a inflação no País ao final do ano não apresentaram grande variação na comparação com a última sondagem. Para esta semana, a expectativa para o indicador da inflação oficial, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), ficou em 4,33% para o fim de 2009 frente aos 4,36% projetados na semana passada.

Aprenda a investir na bolsa

Já o IPC-S, apurado pela FGV (Fundação Getulio Vargas), apresentou contração de 0,09 ponto percentual frente à primeira prévia do mês, e apontou inflação de 0,48% na segunda semana de maio.

O saldo comercial também apresentou variação positiva no período. Segundo os dados divulgados pelo MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) na manhã desta segunda-feira (18), a balança comercial registrou um saldo positivo de US$ 505 milhões na segunda semana de maio. No acumulado do ano, o saldo avançou para US$ 7,774 bilhões.

Emprego

Em abril, o emprego formal cresceu 0,33% em relação a março. Os dados fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado também nesta data pelo Ministério do Trabalho. O número apurado representa o melhor resultado mensal desde setembro do ano passado. Nos últimos doze meses, o saldo também foi positivo, alta de 2,18%, com acréscimo de 651.696 postos de trabalho.

O presidente do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho, avaliou positivamente os números do Caged ao discursar na abertura do XXI Fórum Nacional nesta data, na sede do banco.

Segundo Coutinho, a criação de 106 mil vagas de trabalho com carteira assinada em abril foi acompanhada pela geração de empregos na indústria manufatureira, após meses de queda. “A economia brasileira começa a recuperar energia, em movimento que já foi percebido pelo mercado”, declarou.

Contrato de janeiro de 2010 fechou com taxa de 9,32%

O contrato de juros de maior liquidez nesta segunda-feira, com vencimento em janeiro de 2010, registrou uma taxa de 9,32%, 0,01 ponto percentual abaixo do fechamento de sexta-feira.

PUBLICIDADE

A seguir confira o fechamento das taxas dos principais contratos de DI futuro na BM&F:

VencimentoTaxa atualTaxa AnterDiferençaContr Neg
Junho de 200910,1310,130,0011.005
Julho de 20099,839,78+0,058.810
Agosto de 20099,649,67-0,03740
Setembro de 20099,519,55-0,0490
Outubro de 20099,449,440,0018.685
Janeiro de 20109,329,33-0,01142.430
Abril de 20109,369,40-0,042.795
Julho de 20109,419,42-0,018.060
Outubro de 20109,509,59-0,0910