300 milhões de euros

Cnova planeja oferta de ações; analistas esperam próximos passos para Pão de Açúcar “destravar” valor

Na avaliação do Itaú BBA, a notícia de hoje é neutra, pois depende da ocorrência da oferta secundária, mas monitora os desdobramentos

arrow_forwardMais sobre
Pão de açúcar supermercado loja varejo
(divulgação)

A Cnova, o braço de comércio eletrônico do varejista francês Casino, planeja levantar cerca de 300 milhões de euros em uma oferta de novas ações para financiar crescimento e aumentar o percentual de ações em circulação no mercado. O site Cdiscount da Cnova concorre com grupos internacionais como a Amazon na França, com uma plataforma no estilo marketplace, que conecta compradores a fornecedores terceirizados de produtos domésticos, equipamentos eletrônicos e brinquedos.

A Cnova, holding da Cdiscount, disse nesta terça-feira que planeja lançar a nova emissão de ações até o final do ano.

Além disso, referiu-se à possibilidade de uma potencial oferta secundária, sem volume definido ainda, mas reforçando a intenção do Grupo Casino de permanecer como acionista majoritário, com o objetivo de aumentar o seu free float até o final do ano. O Itaú BBA observa, no entanto, que ambas as transações estão sujeitas às condições de mercado e que não há nenhuma informação sobre o valuation a partir deste anúncio.

O Cdiscount é totalmente controlado pela Cnova, que tem como acionistas o Casino, com 65%, e o varejista brasileiro GPA (PCAR3), com 34%.

Cabe destacar que, nos últimos meses, as ações do Pão de Açúcar estão sendo bastante impactadas com as notícias sobre uma possível saída da companhia da Cdiscount, o que ajudaria a destravar valor para a companhia (veja mais clicando aqui).

Na avaliação do Itaú BBA, contudo, a notícia de hoje é neutra, pois depende da ocorrência da oferta secundária, mas monitora os próximos passos.

“Se a oferta secundária da Cnova de fato ocorrer, seria uma boa oportunidade para o Pão de Açúcar monetizar sua participação, desbloqueando valor para o PCAR3. No entanto, o fato de a Cnova anunciar que seu aumento de capital ocorrerá por meio de uma colocação privada foi uma surpresa que pode ter decepcionado alguns investidores, pois poderia limitar o tamanho (ou mesmo limitar a existência) da oferta secundária, o que ameaçaria as perspectivas de PCAR3 desbloquear valor por meio de um saída no curto prazo”, apontam os analistas.

Contudo, as ações respondem positivamente: às 11h45 (horário de Brasília), os ativos PCAR3 subiam 2,76%, a R$ 40,51, também em um dia também positivo para o Ibovespa.

(com Reuters)

PUBLICIDADE

Sócia da XP Investimentos oferece curso gratuito de como alcançar a liberdade financeira. Clique aqui para se inscrever.