Com "mudanças no mercado"

China anuncia corte nos preços dos combustíveis que entra em vigor no dia 29

Os consumidores podem ainda comunicar violações da política por meio de uma plataforma, diz o texto.

Por  Estadão Conteúdo -

O governo da China anunciou que, diante de “mudanças recentes nos preços do petróleo no mercado internacional”, de acordo com o mecanismo atual para formação de preços do petróleo refinado no país, a partir da quarta-feira, 29, serão reduzidos os preços da gasolina e do diesel. A informação foi divulgada pela Comissão Nacional para Desenvolvimento e Reforma, em comunicado acompanhado por uma tabela com preços máximos no varejo para a gasolina e o diesel em várias províncias pelo país.

A nota diz que três companhias do setor, PetroChina, Sinopec e CNOOC, além de outras empresas de processamento, deveriam organizar a produção e o transporte de petróleo refinado e garantir a oferta estável no mercado, bem como a implementação “estrita” da política nacional de preços.

O órgão ainda pede que os órgãos correspondentes em vários locais pelo país elevem a supervisão e as inspeções no mercado, punindo quem não implementar a política nacional e “mantendo uma ordem normal no mercado”.

Os consumidores podem ainda comunicar violações da política por meio de uma plataforma, diz o texto.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe