Unasul

Chanceler brasileiro apoia “plano de solidariedade” proposto por Maduro

“Houve uma diminuição do crescimento na região e estamos buscando mecanismos para promover o comércio. Tudo o que possa ajudar a integração e o desenvolvimento dos países-membros será ótimo”, afirmou Mauro Vieira

Por  Marcos Mortari

SÃO PAULO – O ministro das Relações Exteriores brasileiro, Mauro Vieira, avaliou “muito bem” a proposta do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, de um plano anticrise entre os países latino-americanos e caribenhos, feito durante o encontro da Celac (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos), em Quito. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

“É evidente que vimos muito bem. Houve uma diminuição do crescimento na região e estamos buscando mecanismos para promover o comércio. Tudo o que possa ajudar a integração e o desenvolvimento dos países-membros será ótimo”, afirmou o chanceler.

Vieira ainda defendeu uma solução pacífica de controvérsias na Unasul e pediu que se evitasse “escaladas retóricas” –o que foi entendido como recado à dupla Venezuela e Argentina, que tem ampliado acirramento desde a eleição de Macri. Ele também ressaltou o compromisso da organização com a “institucionalidade democrática e o Estado de Direito, a ser respeitado por todos os atores políticos”.

Compartilhe