Casal é preso por tentativa de venda de informações confidenciais da Walt Disney

O crime foi reportado por hedge funds; ao menos 33 companhias de investimento receberam propostas de negócio

SÃO PAULO – Uma assistente da diretoria de comunicação corporativa da Walt Disney, Bonnie Hoxie, e seu namorado, Yonni Sebbag, foram presos por terem tentado vender informações confidenciais sobre o resultado da companhia para pelo menos 33 empresas de investimento.

De acordo com informações divulgadas pelo FBI, alguns hedge funds reportaram o esquema ilícito e a SEC (Securities and Exchange Commission) pode agir a tempo. Hoxie vendeu informações sobre a apresentação de resultados da Disney – incluindo o lucro por ação da empresa – por US$ 15 mil para um agente do FBI disfarçado.

Segundo o diretor de fiscalização da SEC, Robert Khuzami, o casal roubou informações confidenciais em uma tentativa de estabelecer um negócio de troca de informação privilegiada.  A Justiça norte-americana destacou que o caso mostra que casos de insider trading ocorrem não somente entre altos executivos, mas com funcionários de qualquer escalão que tenham acesso a informações confidenciais. 

PUBLICIDADE