Petróleo

Captações da Petrobras em 2012 superarão média anual projetada

Neste ano a companhia realizou duas operações de "bonds", além de operações diretas de empréstimo

(Petrobras)

RIO DE JANEIRO – As captações de recursos pela Petrobras em 2012, incluindo emissões de bônus e outros títulos de dívida, devem chegar a 25 bilhões de dólares, um volume que supera a média anual projetada no plano de negócios 2012-2016.

A informação é do gerente executivo de Planejamento e Gestão de Riscos da estatal, Jorge José Nahas, que participou de um evento nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro.

O executivo não detalhou a origem de todas as captações, mas lembrou que neste ano foram realizadas pela Petrobras duas operações de “bonds” –uma de 7 bilhões de dólares e outra de 3 bilhões de dólares–, além de operações diretas de empréstimo.

“Os outros 15 bilhões de dólares vêm de diferentes fontes, como bancos, agências de crédito a exportação e outras. São diferentes fontes; nós temos até 10 fontes”, disse Nahas a jornalistas durante o evento.

O plano de negócios da estatal prevê uma média anual de captações brutas da ordem de 16 bilhões de dólares até 2016.

O executivo acredita que em 2013 haverá um volume relativamente menor de captações da estatal, mas ele não quis adiantar valores.

“Estamos revendo nosso planejamento estratégico, e só depois disso que poderemos divulgar”, afirmou Nahas.