Em mercados / cambio

Conversibilidade do real: entenda o que é e o que o BC pretende fazer

Rodrigo Vieira, sócio da PG Advogados, participou do programa Câmbio, apresentado pelo professor do curso Dólar para Investidores do InfoMoney, Gustavo Cunha. 

SÃO PAULO – No final de maio, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, anunciou o lançamento da agenda de trabalho reestruturada do BC, e destacou a necessidade de medidas de simplificação do câmbio no país.

Entre os objetivos do BC está a conversibilidade do real, o que permitiria, no futuro, a abertura de contas em dólares no Brasil.

Para Rodrigo Vieira, sócio da PG Advogados, a conversibilidade do real é um projeto complexo, que deve demandar grande esforço regulatório. “É Mais complicado do que se pode imaginar. Hoje temos grande parte das normas cambiais em resoluções do CMN (Conselho Monetário Internacional) e em circulares do BC. Temos leis, como a 4.131, e a 11.371, que teriam que ser alteradas, e isso envolveria um processo de aprovação no Congresso Nacional”, disse, durante entrevista ao programa Câmbio.

O programa é apresentado semanalmente pelo professor do curso Dólar para Investidores do InfoMoney, Gustavo Cunha. 

Assista ao programa na íntegra clicando no player no início da matéria.

 

Contato