Acionistas da Zamp (BKBR3), dona do Burger King, recusam proposta de compra de Mubadala; WEG (WEGE3) aprova JCP e mais

Confira os destaques corporativos desta quarta-feira (21)

Equipe InfoMoney

Burger King admite que hambúrguer do Whooper Costela não é feito de costela, mas de paleta suína (Foto: Divulgação/Burger King)

Publicidade

O radar corporativo desta quarta-feira (21) traz como destaque a recusa dos acionistas Zamp (BKBR3), dona do Burger King Brasil, à proposta de compra do controle por parte do fundo Mubadala, a aprovação de juros sobre capital próprio (JCP) pela WEG (WEGE3) e a compra de uma empresa de reciclagem pela Ambipar (AMBP3).

Confira os destaques:

Zamp

Em fato relevante divulgado ontem à noite, os acionistas da Zamp, detentora do direito de uso das marcas Burger King e Popeyes no Brasil, rejeitaram a aquisição das ações ordinárias da companhia pelo valor de R$ 8,31 por ação.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As duas companhias vinham divergindo sobre a possibilidade de aquisição – os acionistas da Zamp temiam que a mudança de controle pudesse levar a Restaurant Brands International (RBI), dona mundial do Burger King, a rescindir o contrato das franquias.

WEG

O conselho de administração da companhia aprovou a distribuição de R$ 185,12 milhão em juros sobre capital próprio (JCP). O valor corresponde a R$ 0,044 por ação (R$ 0,037 líquido, deduzido o imposto de renda na fonte).

O provento será pago a detentores de ações em 23 de setembro de 2022. As ações serão negociadas “ex” a partir de 26 de setembro. O pagamento do JCP será efetuado em 15 de março.

Continua depois da publicidade

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar comunicou ao mercado na noite desta quarta que adquiriu a Blz Recicla em parceria com a Environmental ESG Participações.

“A Blz Recicla é líder no segmento e atua com a coleta, transporte e valorização de garrafas de vidro reutilizadas para toda a indústria de bebidas. Movimenta aproximadamente dez milhões de garrafas de vidro e cinco mil toneladas de cacos de vidro por mês e conta com três unidades operacionais no Estado de São Paulo”, informou a Ambipar em comunicado.

ROMI (ROMI3)

O conselho de administração da companhia aprovou a distribuição de R$ 15,45 milhões em juros sobre capital próprio (JCP). O valor corresponde a R$ 0,179 por ação, líquido de imposto de renda. As ações serão negociadas “ex” a partir de 27 de setembro.

O conselho também aprovou o aumento do capital subscrito e integralizado da companhia no valor de R$ 133,7 milhões. Serão beneficiados os acionistas que estiverem inscritos nos registros da Companhia em 30 de setembro de 2022 e a partir de 3 de outubro de 2022 as ações passarão a ser negociadas “ex-bonificação”. O valor atribuído às ações bonificadas é de R$ 18,23

Minerva (BEEF3)

O acionista AllianceBernstein informou que aumentou, em 14 de setembro, sua posição no capital social da empresa para 5,218% das ações ordinárias. O objetivo é estritamente de investimento e não objetiva qualquer alteração de controle acionário ou de estrutura administrativa.

Comgas (CGAS5)

A companhia aprovou o pagamento de R$ 20,4 milhões em dividendos Serão pagos R$ 0,150 por ação ordinária e R$ 0,165 por ação preferencial, sem contar os descontos de Imposto de Renda. As ações serão negociadas ex-dividendos em 26 de setembro.

O pagamento ocorrerá em 4 de outubro.

BRB (BSLI4)

A empresa indeferiu um aumento de capital que havia sido aprovado em AGE no doa 17 de dezembro de 2021. O aumento de capital era parte do Plano Geral da Reorganização Societária do Conglomerado BRB. Por meio dele, a Cartão BRB S.A. se tornaria subsidiária integral do BRB.

O BRB afirma, no entanto, que implementará, medida alternativa para o atingimento do objetivo do plano, tornando as empresas Cartão BRB, BRB Administradora e Corretora de Seguros S.A. e BRB Serviços, subsidiárias integrais vinculadas diretamente ao BRB.