BTG Pactual (BPAC11) tem lucro ajustado de R$ 2,9 bilhões no 1º tri, alta de 27,6%

As receitas totais somaram R$ 5,891 bilhões no primeiro trimestre, alta de 22,65% frente ao mesmo intervalo de 2023 e de 4,2% em relação ao quarto trimestre

Estadão Conteúdo

Publicidade

O BTG Pactual (BPAC11) encerrou o primeiro trimestre de 2024 com lucro líquido e receitas mais uma vez recordes. O lucro líquido ajustado somou R$ 2,889 bilhões no primeiro trimestre de 2024, representando um crescimento de 27,66% frente ao mesmo período de 2023. Em comparação ao quarto trimestre, que somou R$ 2,847 bilhões, o lucro líquido ajustado do primeiro trimestre ficou praticamente estável.

O lucro líquido somou R$ 2,774 bilhões, alta de 30% ante um ano e em linha aos R$ 2,728 bilhões do quarto trimestre. As receitas totais somaram R$ 5,891 bilhões no primeiro trimestre, alta de 22,65% frente ao mesmo intervalo de 2023 e de 4,2% em relação ao quarto trimestre.

Baixe uma lista de 11 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

O retorno ajustado sobre o patrimônio líquido (ROAE) foi de 22,8% no primeiro trimestre, de 20,9% no primeiro trimestre de 2023. No quarto trimestre de 2023, o ROAE ficou em 23,4%.

O patrimônio líquido do banco foi para R$ 51,962 bilhões no primeiro trimestre, alta de 17,5% em 12 meses e de 5,22% em relação ao quarto trimestre de 2023. O índice de Basileia subiu para 16,4% no fechamento do primeiro trimestre, de 15,5% no mesmo período de 2023 e de 17,5% no quarto trimestre.

Saiba mais:

Continua depois da publicidade

Confira o calendário de resultados do 1º trimestre de 2024 da Bolsa brasileira

Temporada de balanço do 1º tri ganha força: em quais ações e setores ficar de olho?

Os ativos totais sob gestão e administração alcançaram R$ 1,636 trilhão ao final do primeiro trimestre, um aumento de 27,3% em base anual e de 4,46% em base trimestral.

Continua depois da publicidade

A entrada líquida de recursos (net new money) alcançou R$ 64 bilhões no primeiro trimestre, acima dos R$ 41 bilhões no quarto trimestre de 2023.