Apostas

Brookfield e MMX podem deixar de fazer parte do Ibovespa, diz Itaú BBA

Na próxima prévia, os papéis das companhias podem ser excluídos da carteira teórica do principal índice da bolsa brasileira.

São Paulo – Os papéis da Brookfield e da MMX podem deixar de fazer parte da carteira teórica do Ibovespa a partir da próxima prévia, que deve ser divulgada em 1 de agosto, apontou o Itaú BBA em relatório. 

De acordo com a instituição financeira, a decisão deve ser determinada pela nova metodologia adotada pelo principal índice da bolsa brasileira para avaliar o peso dos papéis no índice.

Além disso, os analistas do Itaú BBA apostam que as ações da Raia, da Multiplan e da Marcopolo são fortes candidatas a serem incluídas na carteira teórica do Ibovespa a partir de agosto.