BRF nasce como décima maior empresa de alimentos da América

Sem projeções oficiais, analistas estimam uma receita líquida anual de mais de R$ 23 bilhões para a nova empresa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em uma operação amplamente antecipada pelo mercado, Sadia e Perdigão anunciaram nesta terça-feira (19) a fusão de suas operações, dando origem à maior empresa de alimentos do Brasil, a ser chamada de BRF (Brasil Foods).

Embora estimativas oficiais ainda não tenham sido divulgadas, os analistas projetam que a nova companhia terá uma receita operacional líquida de mais de R$ 23 bilhões, sendo cerca de R$ 10 bilhões advindos de exportações.

De fato, a fusão entre as duas empresas é vista com bons olhos pelos analistas, especialmente se considerados os ganhos de sinergias. De acordo com relatório da Brascan Corretora, os ganhos de sinergias virão “principalmente com: transporte e logística, através da união de entregas ao varejo e de centros de distribuição; economias de despesas gerais e administrativas; e ganhos de receita e custos, devido ao maior poder de barganha”.

Os números da nova empresa

Aprenda a investir na bolsa

Assumindo uma análise conservadora, a Brascan calcula ganhos de sinergia de R$ 2,2 bilhões, que incrementariam em 23,4% o valor de mercado das duas empresas juntas. Cabe ressaltar que nesta avaliação a corretora considerou apenas os ganhos de eficiência da nova empresa. Confira as projeções:

Ganhos de Sinergias (em R$ milhões)*PerdigãoSadiaPerdigão + Sadia
Nova Empresa
Receita operacional Líquida12.15911.53323.69123.691
Custo dos Produtos Vendidos(9.180)(8.903)(18.083)(18.083)
Despesas com vendas(1.994)(1.856)(3.851)(3.814)
Despesas gerais e administrativas(170)(171)(342)(332)
Capex6006001.2001.169

*Tabela demonstra apenas ganhos de sinergia em 2009
Fonte: Brascan Corretora

Os analistas da Link Investimentos também estimaram as cifras da nova companhia, levando em consideração um pagamento de R$ 6,0 por ação dos controladores da Sadia e uma participação de 70% da Perdigão na BRF. Dessa forma, a corretora informou que o valor do capital próprio da Brasil Foods chegaria a R$ 11,346 bilhões.

Entre as maiores do mundo

Conforme levantamento da consultoria Economática, a fusão entre Sadia e Perdigão pode originar a maior processadora de carne de frango do mundo. O faturamento da empresa, em dólares, seria de cerca de US$ 9,5 bilhões, levando a BRF ao décimo lugar entre as maiores empresas do setor de alimentos das Américas.

EmpresasFaturamento (em US$ bilhões – 12 meses)
ADM US$ 78,32
Kraft Foods US$ 42,20
TysonUS$ 27,18
General MillsUS$ 14,38
Sara LeeUS$ 13,43
JBSUS$ 12,98
KelloggUS$ 12,82
Dean FoodsUS$ 12,45
HeinzUS$ 10,49
BRFUS$ 9,47

Fonte: Economática

Considerando apenas o plano doméstico, a BRF seria líder em diversos mercados de alimentos. O destaque, conforme os cálculos da Santander Corretora, fica com os setores de massas e de carnes congeladas, nos quais teria uma participação de 88% e 70%, respectivamente.

ProdutosPerdigãoSadiaNova Empresa
Carnes resfriadas25%28%53%
Carnes congeladas34%36%70%
Massas38%50%88%
Pizzas semiprontas34%33%67%
Margarina18%30%48%

PUBLICIDADE

Fonte: Santander Corretora