Braskem (BRKM5) faz acordo para comprar energia eólica; Guararapes (GUAR3) anuncia novo CEO, diretora da Light (LIGT3) renuncia e mais

Confira os principais destaques do noticiário corporativo desta quinta-feira (30)

Felipe Moreira

(Karsten Würth/Unsplash)

Publicidade

O radar corporativo desta quinta-feira (30) traz novo acordo de compra de energia eólica celebrado pela Braskem (BRKM5) com a Casa dos Ventos que prevê o fornecimento de até 22 anos.

A Armac (ARML3) aprovou o pagamento de Juros sobre o Capital Próprio da Companhia no montante bruto de R$ 12 milhões.

O Conselho de Administração da Guararapes (GUAR3) aprovou o início do processo de transição para a posição de CEO da companhia, indicando André Michel Farber, em sucessão ao Sr. Oswaldo Aparecido Nunes, a partir de 2 de maio de 2023.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Light (LIGT3) informou que a atual diretora de geração, comercialização e novos negócios da companhia, Alessandra Genu Dutra Amaral, renunciou ao cargo.

A Equatorial (EQTL3) teve lucro líquido ajustado de R$ 679 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), um avanço de 18,5% sobre o quarto trimestre de 2021.

Já a Sequoia (SEQL3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 1,2 milhão no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 94% inferior ao reportado no mesmo intervalo de 2021.

Continua depois da publicidade

Confira mais destaques:

Braskem (BRKM5)

A Braskem (BRKM5) celebrou novo acordo de compra de energia eólica com a Casa dos Ventos que prevê o fornecimento para a Braskem de até 22 anos.

A Braskem estima uma redução de 3,2 milhões de toneladas de CO2 considerando este acordo e os demais contratos celebrados pela empresa para a compra de energia renovável competitiva no Brasil, alcançando mais de 220 MW médios em contratos de longo prazo de energia eólica e solar, o que representa cerca de 40% de energia comprada pela Braskem no Brasil para suas operações, contribuindo assim com a meta de redução de 15% das emissões de escopo 1 e 2 até 2030 e carbono neutro até 2050.

Armac (ARML3)

O Conselho de Administração Armac aprovou, em 29 de março de 2023, o pagamento de Juros sobre o Capital Próprio da Companhia no período compreendido entre 01 de janeiro de 2023 e 31 de março de 2023, no montante bruto de R$ 12 milhões, equivalentes a R$ 0,03474944654 por ação.

Os JCP terão como base de cálculo a posição acionária de 03 de abril de 2023, sendo que a partir de 04 de abril de 2023, as ações da companhia serão negociadas “ex” estes juros sobre o capital próprio.

O pagamento será efetuado no exercício de 2023, em data a ser definida pela Diretoria Executiva e comunicado por meio de Aviso aos Acionistas.

Guararapes (GUAR3)

A Guararapes (GUAR3) comunicou que, em reunião realizada nesta quarta-feira (29), o Conselho de Administração aprovou o início do processo de transição para a posição de Diretor Geral da Companhia, indicando André Michel Farber, em sucessão ao Sr. Oswaldo Aparecido Nunes, a partir de 2 de maio de 2023, quando então ocorrerá a primeira reunião do Conselho de Administração, após a Assembleia Geral Ordinária de 2023.

Light (LIGT3)

A Light (LIGT3) informou na quarta-feira que a atual diretora de geração, comercialização e novos negócios da companhia, Alessandra Genu Dutra Amaral, renunciou ao cargo.

A companhia elétrica não deu mais informações no comunicado.

A Light, que distribui energia em 31 municípios do Rio de Janeiro, conversa com credores para renegociar dívidas, à medida que vem sofrendo com uma saída de caixa bilionária pela devolução de créditos fiscais aos consumidores de energia, bem como questões estruturais de sua concessão, como um índice de furtos de energia persistentemente elevado.

Locaweb (LWSA3)

O conselho de administração da Locaweb (LWSA3) aprovou a criação de um novo programa de recompra de até 5 milhões de ações de sua própria emissão. O programa encerra em 29 de setembro de 2024.

Equatorial Energia (EQTL3)

O lucro líquido ajustado da Equatorial (EQTL3) atingiu R$ 679 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), um avanço de 18,5% sobre o quarto trimestre de 2021.

O Ebitda consolidado ajustado alcançou R$ 2,3 bilhões no trimestre, variação de 37,5%, devido principalmente ao aumento de margem bruta das distribuidoras em função da redução de perdas e efeito mercado e tarifa, além do processo de turnaround de novos ativos e da consolidação da operação em Renováveis em 2022.

Sequoia (SEQL3)

A Sequoia (SEQL3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 1,2 milhão no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 94% inferior ao reportado no mesmo intervalo de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 56 milhões no 4T22, um recuo de 17,3% em relação ao 4T21.

GetNinjas (NINJ3)

A GetNinjas (NINJ3) reportou prejuízo líquido de R$ 672 mil no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 90,3% inferior ao reportado no mesmo intervalo de 2021, informou a companhia nesta quarta-feira (29).

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou negativo em R$ 7,1 milhões no 4T22, ante R$ 10,4 milhões negativos do 4T21.

Agrogalaxy (AGXY3)

A Agrogalaxy (AGXY3) obteve lucro líquido ajustado de R$ 186,9 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 17,8% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2021, informou a companhia nesta quarta-feira (29).

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 352,7 milhões no 4T22, um crescimento de 43,6% em relação ao 4T21.

Alper Seguros ([ativo=ALPE3])

A Alper (APER3) teve lucro líquido ajustado de R$ 11,9 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 198,5% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2021, informou a companhia nesta quarta-feira (29).

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 17,4 milhões no 4T22, um crescimento de 50,9% em relação ao 4T21.

Celesc (CLSC3)

A Celesc reportou lucro líquido de R$ 103,4 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 17,1% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 283 milhões no 4T22, um crescimento de 13,1% em relação ao 4T21.

Desktop (DESK3)

A Desktop (DESK3) reportou lucro líquido ajustado de R$ 17 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 9% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 101 milhões no 4T22, um crescimento de 95% em relação ao 4T21.

Orizon (ORVR3)

A Orizon (ORVR3) registrou prejuízo líquido de R$ 55,8 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), montante 271% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) contábil no 4T22 foi de R$ 79,1 milhões, crescimento de 3% em relação ao quarto trimestre de 2021, devido ao aumento da receita, crescimento dos volumes operacionais e a maturação de ativos recém-adquiridos.

Nexpe ([ativo=NEXP3])

A Nexpe Participações, em recuperação judicial, reportou prejuízo líquido de R$ 117,2 milhões no quarto trimestre de 2022 (4T22), ante prejuízo de R$ 34,2 milhões do mesmo intervalo de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi negativo em R$ 17,5 milhões no 4T22, ante R$ 30,1 milhões negativos do 4T21.