Bem na fita?

Brasil: um dos piores PIBs e uma piores Bolsas em 2015 entre mais de 30 países

Comparando o desempenho do PIB do 1° trimestre de mais de 30 países, o Brasil situa-se no grupo das 4 nações que apresentaram retração no período

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Que o Brasil não anda bem das pernas, isso não é novidade. Mas um dado estatístico chamou atenção hoje. Comparando o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto) do 1° trimestre de mais de 30 países, o Brasil situa-se no grupo das 4 nações que apresentaram crescimento negativo nos três primeiros meses do ano, segundo compilado feito pelo Credit Suisse. Estamos ao lado da Rússia, Ucrânia e Japão, como pode ser visto na tabela abaixo. 

No primeiro trimestre de 2015, a economia brasileira contraiu 1,6% na comparação com o mesmo período de 2014 – no pior resultado desde o segundo trimestre de 2009, quando recuou 2,3% neste tipo de comparação. O mercado esperava, em média, retração de 1,4%. 

Entre os 33 países analisados pelo Credit Suisse, o crescimento foi, em média, de 2,1% nesse período, excluindo a Ucrânia, que viu sua economia afundar 17,6% apenas no primeiro trimestre. 

Aprenda a investir na bolsa

E não é só a economia que deixa a desejar. Juntamente com a economia, que sofre com a retração da indústria e consumo em queda, aparece o mercado acionário brasileiro. Na lista elaborada pelo banco suíço entre as performances da maioria das bolsas desses países, em dólar, o Ibovespa também encontra-se entre os piores desempenhos do ano em moeda estrangeira. Mas não foi um caso em conjunto dos pares (os emergentes). Segundo o Credit, a maioria dos emergentes (os pares de comparação do Brasil), excluindo-se algumas exceções, apresentaram boas performances este ano. 

Confira o PIB e as Bolsas dos 33 países analisados:

PaísPIB do 1° trimestrePerformance da Bolsa
no 1° tri – em dólares 
China7,0%21,2%
Malásia5,6%-5,5%
Filipinas5,2%4,7%
Indonésia4,7%-6,6%
Taiwan3,4%8,4%
Hungria3,4%28%
Eslováquia3,1%-3,5%
Estados Unidos2,7%1,2%
Espanha2,6%-1,3%
Cingapura2,6%-1,0%
México2,5%-1,2%
Chile2,4%2,1%
Coreia do Sul2,4%4,6%
Israel2,4%16,5%
Holanda2,4%4,6%
Grã Bretanha2,4%3,2%
Hong Kong2,1%16,8%
África do Sul2,1%-1,4%
Letônia2,0%
Peru1,7%-3,9%
Noruega1,5%4,6%
Portugal1,4%9,8%
Lituania1,2%
Estônia1,2%
Alemanha1,0%4,8%
Bélgica0,9%2,6%
França0,7%7,1%
Áustria0,4%
Grécia0,1%-24,1%
Japão-1,4%12,7%
Brasil-1,6%-13,5%
Rússia-1,9%30,5%
Ucrânia-17,6%
*Fonte: Credit Suisse