5 Assuntos

Bolsas operam alta no exterior e PEC dos Precatórios no Senado; veja esses e mais assuntos que vão movimentar o mercado hoje

Mercados abrem em alta recuperando perdas da vésperas, com antecipação de tapering e preocupações com avanço de nova variante de Covid

Por  Equipe InfoMoney -

Os índices futuros americanos avançam nesta quarta (1º) pela manhã, após uma sessão de fortes vendas na terça-feira em meio a temores quanto ao impacto da nova variante Ômicron do coronavírus, identificada primeiramente na África do Sul, mas que já chega a mais de doze países.

Além disso, os mercados reagiram negativamente ao discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, de que o banco central dos Estados Unidos provavelmente discutirá a aceleração da redução de suas compras de títulos em sua próxima reunião de política monetária.

Hoje, às 12h, Powell e a secretária do Tesouro Janet Yellen voltam a falar em Comitê Econômico do Congresso. Destaque ainda, nos EUA, para a divulgação do Livro Bege, às 16h.

Por aqui, está prevista para hoje a votação, pelo Plenário do Senado, da PEC dos Precatórios. O governo ainda negocia mudanças para garantir um placar com margem que assegure o quórum necessário para aprovar o texto, ou seja, 49 votos favoráveis em dois turnos.

O presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), anunciou que a PEC será o primeiro item da pauta do plenário hoje, antes da votação das indicações de autoridades.

A sessão só deve começar após a sabatina do ex-ministro André Mendonça, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Com atrasos no radar, Pacheco também incluiu a PEC na pauta de quinta-feira, 2.

Veja o que movimenta o mercado com análises e últimas notícias em Tempo Real

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Ao comentar pela primeira vez sobre a variante ômicron do coronavírus, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que a cepa representa riscos para ambos os lados do mandato do banco central dos EUA de conseguir preços estáveis e pleno emprego.

“O recente aumento de casos de Covid-19 e o surgimento da variante ômicron representam riscos negativos para o emprego e a atividade econômica e aumentam a incerteza sobre a inflação”, disse Powell em depoimento divulgado na segunda-feira, um dia antes de sua audiência no Comitê Bancário do Senado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os principais índices dos Estados Unidos vêm passando por uma sequência volátil de sessões que teve início na última sexta, quando o Dow teve seu pior dia desde outubro de 2020. Na segunda, as ações voltaram a avançar, antes de terem nova queda na terça, quando o Dow perdeu mais de 650 pontos; o Nasdaq recuou 1,6%; e o S&P recuou 1,9%.

No mês de novembro, o Dow recuou 3,7%, em seu segundo mês de perdas; o Nasdaq avançou 0,25%; e o S&P perdeu 0,8%. No ano, o Dow acumula alta de 12,7%; o Nasdaq avança 20,6%; e o S&P ganha 21,6%.

Entre os indicadores de hoje, os investidores vão monitorar, às 10h15, o dados sobre variação de empregos privados em novembro nos Estados Unidos, medidos pela ADP. Às 12h sai o Índice do Gerente de Compras (PMI) industrial ISM relativo a novembro.

Veja as cotações dos futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,92%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +1,22%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +1,42%

Ásia

As principais bolsas asiáticas fecharam em alta na quarta-feira, com destaque positivo para o Kospi, da Coreia do Sul, após perdas na terça, impulsionadas por incertezas quanto à variante Ômicron de Covid.

Na quarta foi divulgado o Índice do Gerente de Compras (PMI na sigla em inglês) Caixin/Markit de atividade fabril na China, que marcou 49,9 pontos em novembro, frente a 50,6 pontos em outubro. Qualquer patamar acima de 50 pontos indica expansão; abaixo, retração.

O PMI de manufatura oficial da China veio em 50,1 pontos na terça, acima da expectativa de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters, de 49,6 pontos.

Veja o fechamento dos mercados asiáticos:

  • Nikkei (Japão), +0,41% (fechado)
  • Shanghai SE (China), +0,36% (fechado)
  • Hang Seng Index (Hong Kong), +0,78% (fechado)
  • Kospi (Coreia do Sul), +2,14% (fechado)

Europa

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, avança 0,6%, com destaque positivo para ações dos setores de viagem e lazer e negativa dos setores de bens domésticos.

Veja o desempenho na Europa:

  • FTSE 100 (Reino Unido), +1,37%
  • Dax (Alemanha), +1,55%
  • CAC 40 (França), +1,3%
  • FTSE MIB (Itália), +1,49%

Commodities

Os preços do petróleo avançam mais de 4% após uma forte queda na terça-feira, influenciada por entrevista do presidente da Moderna Stéphane Bancel ao jornal britânico Financial Times, ao qual afirmou que as vacinas contra a Covid provavelmente serão menos efetivas contra a variante Ômicron do coronavírus.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, a organização dos exportadores de petróleo, OPEP+, se reunirá hoje para debater os impactos da nova variante do Covid, aos mesmo tempo que se espera um posicionamento sobre os planos de adição de 400 mil barris por dia de fornecimento em janeiro.

No mais, às 12h30, a Energy Information Administration (EIA) divulga dados sobre estoques e importação de petróleo, produção e estoques de combustíveis e atividades das refinarias na semana.

Veja as cotações:

  • Petróleo WTI, +4,43%, a US$ 69,1 o barril
  • Petróleo Brent, estável, a US$ 70,57 o barril
  • Minério de ferro (bolsa de Dalian): + 1,63%, a 624 iuanes, o equivalente a US$ 97,94 (USD/CNY = 6,37)

Bitcoin

O Bitcoin (BTC) fechou novembro pouco acima dos US$ 57 mil, em queda de 17% em relação à máxima de cerca de US$ 69 mil que frustrou expectativas de quem apostava na continuação da alta vista no mês anterior.

Entre os motivos estão fatores que também afetam as bolsas globais, como o surgimento da variante Ômicron do coronavírus e o anúncio de aceleração na retirada de estímulos econômicos pelo Federal Reserve (FED).

  • Bitcoin, +0,52% a US$ 57.076,54 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

Veja o que movimenta o mercado cripto hoje

2. Covid

Na terça, o Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, confirmou os dois primeiros casos da variante Ômicron do coronavírus na América Latina. Os casos são de um homem de 41 anos e uma mulher de 37 que vieram da África do Sul, que foram orientados a permanecer isolados em casa. Um terceiro passageiro suspeito de ter sido infectado é investigado em Guarulhos, na Grande São Paulo, outro em Brasília e outro em Belo Horizonte.

Com a informação, o governo do estado requisitou um novo estudo a respeito dos riscos de liberar o uso de máscaras ao ar livre, medida prevista para valer a partir do dia 11. Ainda não está claro se a cepa, que tem um alto número de mutações, é mais transmissível e menos suscetível às vacinas já existentes, mas especula-se que esteja relacionada à alta de novos casos na África do Sul, onde foi inicialmente encontrada.

De acordo com a Secretaria de Saúde, os dois pacientes diagnosticados com a Ômicron apresentavam sintomas leves. Os passageiros chegaram ao Brasil antes de o país restringir a vinda de pessoas de: África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbábue.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Balanço Brasil

Na terça (30), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 231, queda de 11% em comparação com o patamar de 14 dias antes, segundo dados do consórcio de veículos de imprensa. Em apenas um dia, foram registradas 326 mortes.

A média móvel de novos casos em 7 dias foi de 7.781, o que representa queda de 17% em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 10.161 casos.

Chegou a 158.968.799 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 74,46% da população. A segunda dose ou a vacina de dose única foi aplicada em 133.784.419 pessoas, ou 62,72% da população. A dose de reforço foi aplicada em 16.438.726 pessoas, 7,71% da população.

União Europeia

A União Europeia deve recomendar que os estados membros revisem restrições essenciais às viagens diariamente devido ao surgimento da variante ômicron, segundo documento preliminar da UE visto pela Bloomberg.

Os estados membros devem seguir uma abordagem coordenada e estarem preparados para impor os controles necessários, afirma o documento.

A Comissão Europeia também vai recomendar que os governos nacionais administrem rapidamente doses de reforço e implementem propostas para limitar a validade do certificado de vacina digital da UE para nove meses, sem considerar o reforço.

Até terça-feira, 11 membros da UE haviam registrado pelo menos 44 casos da variante ômicron, incluindo Países Baixos, Suécia e Espanha. Agências da UE atualmente coletam e analisam dados sobre a cepa.

A Agência Europeia de Medicamentos disse na terça-feira que a aprovação de vacinas para enfrentar a nova variante, caso seja necessário, pode levar de três a quatro meses.

3. Congresso

Caso seja aprovada pelo Senado, a PEC dos precatórios deverá abrir espaço para o pagamento de R$ 400 por mês a cerca de 17 milhões de beneficiários do Auxílio Brasil (ex-Bolsa Família) em 2022.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), designou o senador Roberto Rocha (PSDB-MA) para relatar a medida provisória do Auxílio Brasil. Rocha é próximo ao Palácio do Planalto.

Em coletiva de imprensa no Senado, Pacheco afirmou que haverá urgência para votação dessa medida, que acaba com o programa Bolsa Família e cria o Auxílio Brasil, o novo programa social do governo Bolsonaro.

Enquanto isso, o Senado discute a PEC dos Precatórios, pautada no plenário, abrindo espaço fiscal para o programa social e outras despesas. O parecer garante que o programa permanente seja implantado sem uma fonte de financiamento, driblando a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A dispensa da fonte de compensação foi proposta por uma emenda do líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM). “O relator buscou então construir uma solução para isso, aceitou essa previsão e agora cabe à política essa definição da fonte de custeio”, disse Pacheco, defendendo uma redação de gastos em criação ou aumento de imposto.

STF

Está marcada para hoje, a partir das 9h, a sabatina do ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça e Segurança Pública André Mendonça na CCJ do Senado, que poderá assumir, por indicação do presidente Bolsonaro (PL), a vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello.

Na relatoria está a senadora Eliziane Gama, do Cidadania do Maranhão, que já indicou ser favorável ao nome de Mendonça.

Projetos do Governo

O presidente Jair Bolsonaro enviou ao Congresso projeto de lei para a abertura de crédito especial de R$ 2,8 bilhões para viabilizar o custeio do Auxílio Emergencial para as pessoas em situação de vulnerabilidade devido à pandemia da covid-19.

O texto do projeto não foi divulgado e a mensagem de envio da proposta ao Legislativo deve ser publicada no Diário Oficial da União. O crédito será financiado pelo cancelamento de dotações orçamentárias”, diz a nota da Secretaria Geral divulgada há pouco.

Além disso, o presidente encaminhou ao Congresso um projeto de lei que abre crédito especial no valor de R$ 300 milhões, em favor do Ministério da Cidadania, para o pagamento do auxílio gás. A Lei que instituiu o auxílio gás aos brasileiros foi sancionada e publicada no dia 22 de novembro.

Outro projeto pede abertura de crédito suplementar de R$ 889,5 milhões em favor de ministérios e transferências a Estados e municípios, às seguintes pastas: Economia, Saúde, Educação, Agricultura, Ciência e Tecnologia, Justiça e Segurança Pública, Relações Exteriores, Comunicações, Infraestrutura, Defesa e Desenvolvimento Regional.

Por fim, outro projeto encaminhado é o que pede abertura de crédito especial de R$ 105 milhões em favor dos ministérios da Saúde, Educação e Desenvolvimento Regional para, assim, viabilizar programas das pastas.

4. S&P Rating reafirmado

A agência de classificação de riscos S&P Global reafirmou o rating em moeda estrangeira do Brasil em BB-, enquanto a perspectiva da nota do País é estável.

Conforme a agência, as pressões de gastos e a alta carga de juros provavelmente resultarão em uma lenta consolidação fiscal, com a dívida líquida do governo geral tendendo para 75% do PIB até 2024.

Assim, a avaliação da S&P é de que a perspectiva é de que o governo estabilize gradualmente o seu recente crescimento da dívida pública.

No mais, o comunicado destaca que o Brasil se recuperou mais rápido do que o esperado da crise da covid-19 em 2020, mas que a perspectiva de crescimento do País é moderada.

Mais Brasil

Nesta quarta, é divulgado no Brasil às 9h o Índice de Preços ao Produtor (IPP) relativo a outubro; às 14h30 é divulgado o fluxo cambial estrangeiro; e às 15h a balança comercial relativa a outubro.

5. Radar Corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras (PETR3, PETR4) concluiu ontem (30) a venda da refinaria Landulpho Alves (RLAM) e de seus ativos logísticos na Bahia para a MC Brazil Downstream Participações, empresa do grupo Mubadala Capital, por US$ 1,8 bilhão.

Ânima (ANIM3)

A Ânima (ANIM3) assinou, nesta terça-feira (30), por meio de sua controlada Inspirali, contrato para a aquisição de 51% da IBCMED, plataforma digital para a formação de pós-graduação de profissionais de saúde. O valor da transação é de R$ 10,0 milhões.

A companhia também firmou uma opção de aquisição da totalidade da participação na sociedade até o final de 2026.

Leilões de saneamento

Neste mês de dezembro acontecerá uma sequência de leilões de saneamento básico, que poderão movimentar R$ 8,3 bilhões em investimentos. Os principais projetos são os de Alagoas – os blocos B e C – e do Rio de Janeiro – o bloco 3, que deverão atrair os grandes operadores do setor.

(Com Estadão Conteúdo, Reuters e Bloomberg)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui

Compartilhe