Bolsas nos EUA sobem à espera de corte nos juros

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

Os índices das bolsas norte-americanas operam em alta nesta quarta-feira, na expectativa da decisão do FED sobre a taxa de juros, a ser divulgada hoje por volta das 17h15 (horário de Brasília). Os setores de tecnologia, bens de consumo, bens de capital e de transportes são até o momento os mais otimistas a respeito do anúncio do FED logo mais.

O anúncio de que a Intel vai cortar os preços dos chips atuais e fabricar chips que economizam mais energia está fazendo o preço de suas ações subirem 3,55%. Outra notícia que animou o setor de telecomunicação foi o anúncio dos resultados da America Online (+2,36%) referentes ao quarto trimestre do ano passado, que superaram as expectativas dos analistas que eram de US$ 0,14 por ação em US$ 0,01 por ação, apesar de a fusão com a Time Warner ter gerado perdas no balanço final do ano passado.

O índice Dow Jones, que concentra as ‘blue chips’, operava em alta de 0,18% a 10.900,88 pontos, com destaque para Wal Mart (+4,13%), Exxon (+2,35%), General Electric (+1,12%) e Citigroup (+0,44%), Em compensação encontram-se em queda Philip Morris (-2,45%) que divulgou lucro do quarto semestre de 2000 US$ 0,01 por ação abaixo do esperado (esperava-se US$ 0,88 por ação); AT&T (-2,27%), Walt Disney (-1,36%) e Microsoft (-0,49%).

O índice Nasdaq Composite operava em alta de 0,37% a 2.848,80 pontos, tendo destaque ações como Ericsson (+2,67%), que anunciou um investimento em um banco online no Japão; Cisco Systems (+2,63%), Sun (+0,39%) e Oracle (+0,21%). Os destaques de queda ficam por conta da Amazon (-6,27%) que ontem divulgou seus resultados e para este ano pretende demitir 1.300 funcionários para se tornar lucrativa, Dell (-2,67%), Worldcom (-1,65%) e Yahoo (-0,79%).

Já o índice S&P500 caía até o momento 0,15% cotado a 1.375,85 pontos. Grandes empresas como Home Depot (+4,50%), Boeing (+3,47%), Alcoa (+2,30%) e Avon (+1,21%) estão com seus papéis valorizados em relação ao pregão anterior. No entanto Unisys (-3,93%), Bank of America (-1,75%), Pepsi (-1,53%) e a empresa de aviação Delta Airlines (-1,34%) estavam em baixa até há pouco.

Compartilhe