Bolsas norte-americanas perdem força após anúncio do Fed

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas fecharam de forma divergente nesta quarta-feira, após operar a maior parte do tempo em alta. Após a divulgação, hoje pela manhã, do crescimento de 1,4% no PIB norte-americano no quarto trimestre de 2000, frente à expectativa de 1,9% dos analistas, o mercado tomou uma posição bastante otimista. De fato, parte do mercado passou a operar na expectativa de um corte de juros superior aos 0,5 ponto percentual esperado. Porém, após a divulgação do corte da taxa básica para 5,50%, de acordo com as expectativas iniciais, as bolsas operaram com bastante volatilidade até o fechamento. Destacaram-se positivamente os setores de varejo, transportes e bens de consumo, enquanto os destaques negativos ficaram com os setores de tecnologia, financeiro e de telecomunicações.
O índice Dow Jones, que concentra as “blue chips” norte-americanas, fechou o dia com valorização de 0,06%, cotado a 10.887,36 pontos. Algumas ações responsáveis pela alta foram as varejistas WalMart (+5,64%) e Home Depot (+4,78%), além da Boeing (+4,19%) e da Alcoa (+4,17%). Por sua vez, os destaques de queda ficaram com os setores de tecnologia e telecomunicações, com AT&T (-4,42%), IBM (-3,95%) e Microsoft (-3,65%) liderando as baixas. Outras ações em queda relevante foram GM (-3,42%) e Phillip Morris (-2,03%) – após divulgar lucro do quarto semestre de 2000 pouco abaixo do esperado.

Já o índice Nasdaq, composto por empresas do setor de tecnologia, fechou em queda de 2,31% a 2.772,89 pontos, tendo como destaque de baixa a Amazon (-8,58%). A varejista online, que ontem divulgou seus resultados, pretende demitir 1.300 funcionários este ano para tornar-se lucrativa. Outras ações que apresentaram quedas consideráveis foram JDS Uniphase (-7,88%), Dell (-7,11%), Yahoo! (-5,98%) e WorldCom (-5,22%). Por outro lado, os destaques de alta ficam por conta da Electronic Arts (+14,53%), Pacificare (+7,46%), Starbucks (+2,44%) e Ericsson (+1,60%), que anunciou um investimento em um banco online no Japão.

O S&P 500, que engloba as 500 maiores empresas norte-americanas, subiu 0,69%, fechando em 1.373,73 pontos. Os destaques de alta ficaram com as varejistas Home Depot e Wal Mart e com a fabricante de semicondutores Altera (+4,76%). Dentre as maiores baixas ficaram Seagram (-5,61%), Unisys (-3,65%), EMC (-3,50%), e America Online (-3,22%) – apesar da gigante de mídia anunciar lucros de US$ 0,14 por ação no quarto trimestre de 2000, US$ 0,01 acima das expectativas dos analistas.

Compartilhe