Bolsas norte-americanas operam em queda nesta quinta-feira

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas operavam em queda às 13h00, horário de Nova York. Com o fim das disputas entre democratas e republicanos junto aos tribunais, os investidores voltaram sua atenções à possibilidade de cortes na taxa de juros e a relatórios de empresas com expetativas de resultados, na maioria abaixo do esperado. Assim, o setor que mais caía era o financeiro, o de bens de capital e o energético.

O Dow Jones Industrial, índice que reúne as blue chips norte americanas, operava em queda de 0,93%, a 10.963,76 pontos. O destaque negativo ficava por conta dos bancos de investimentos JP Morgan (-4,79%), que reduziu hoje com o Chase Manhattan suas expectativas para o trimestre, e Citigroup (-4,01%). A seguir vinham General Electric (-2,48%), Exxon Mobil (-2,35%) e HoneyWell (-2,28%). Pelo lado positivo, a número um do mercado de servidores IBM, que lançou hoje o Z900, seu mais novo servidor projetado exclusivamente para atender às necessidades do e-business, apresentava alta de 2,26% em suas ações.

O Nasdaq Composite, índice que concentras os papéis de empresas do setor de tecnologia, operava em baixa de 1,31%, a 2.785,81 pontos. A Adobe era a empresa que mais se desvalorizava, com queda de 13,69% em seus papéis. Uma das razões está no rebaixamento de suas ações pelo banco de investimentos Morgan Stanley, que creditou a reclassificação ao desaquecimento do mercado de PCs, e não a surpresas que possam surgir na divulgação das expectativas da fabricante de softwares para o trimestre, que serão divulgadas após o encerramento do pregão de hoje. A Dell, eleita pelos investidores como a “bola da vez” para anunciar reduções em suas expectativas, caía 2,75%. Entre as ações que operavam em alta, estava a gigante Oracle (+2,86%), impulsionada pela expectativa de bons resultados a serem divulgados ainda hoje, após o encerramento do pregão. A seguir vinha a gigante do mercado de telefonia celular Qualcomm (+1,98%), após o banco de investimentos Bank of America recomendar seus papéis para compra.

O S&P 500, índice que reúne as 500 maiores empresas norte-americanas, operava em queda de 0,80%, a 1.349,07 pontos. Os destaques negativos eram os bancos de investimentos Morgan Stanley (-7,06%), Chase Manhattan (-5,48%) e Merrill Lynch (-4,01%) e a varejista K-Mart (-5,62%). Já as empresas que se valorizavam eram America Online (+4,15%), que cedeu às pressões da Federal Trade Comission (FTC) e disponibilizará a rede de cabos da Time Warner a pequenos provedores de internet após a fusão, a Texas Instruments (+4,04%) e a fornecedora de equipamentos para redes de fibra ótica Nortel, que após declarar que alcançará os resultados previstos para o trimestre tinha seus papéis valorizados em 5,15%.

Compartilhe