Bolsas norte-americanas operam em forte queda

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas operam em forte queda nesta sexta-feira. Os investidores estão pessimistas com os números divulgados pelo Federal Reserve referentes à produção industrial e capacidade utilizada no mês de novembro, que apontam para uma diminuição da atividade econômica maior que a esperada pelo mercado, reacendendo as dúvidas quanto ao pouso suave da economia americana. Outro fator que está puxando os mercados para baixo é a diminuição das expectativas da Microsoft quanto a seus resultados no quarto trimestre. A gigante de softwares creditou a redução de suas previsões ao desaquecimento do mercado de PC’s, e com isso outras empresas do setor também operam em baixa no pregão de hoje.

O Dow Jones Industrial, índice que concentra os papéis de 30 empresas de diversos setores, operava às 12h00 de Nova York em queda de 1,76%, a 10.487,29 pontos. O destaque negativo, além da Microsoft (-10,14%), ficava por conta da HP (-5,97%), da Intel (-5,69%) e da IBM (-3,79%), que sofriam as conseqüências da má notícia divulgada pela empresa de Bill Gates no encerramento do pregão de ontem. Já dentre as poucas empresas que tinham seus papéis valorizados, estavam a produtora de bens de capital United Technologies (+2,46%), Walt Disney (+1,08%) e Procter&Gamble (+0,26%).

O Nasdaq Composite, índice que que reúne as empresas de tecnologia, estava em baixa de 4,30%, a 2.611,12 pontos. Os destaques negativos da bolsa eletrônica eram Sun Microsystems (-7,74%), que teve seus papéis rebaixados de buy para attractive pelo banco de investimentos Bear Stearns, Cisco Systems (-5,15%), e Dell (-3,76%). Por outro lado, a segunda maior do mercado de softwares Oracle estava em alta de 4,55%, após divulgar ontem que seu resultado referente ao trimestre que termina em novembro ficou acima das expectativas, o que está animando os investidores. Outras empresas importantes que operavam em alta eram Yahoo! (+2,93%) e Amazon (+0,28%).

O S&P 500, índice que reúne as ações das 500 maiores empresas norte-americanas, operava em queda de 2,40%, a 1.308,70 pontos. Os destaques negativos eram America Online (-6,00%), que concordou em abrir a rede de cabos da Time Warner a terceiros para que sua fusão com a empresa de mídia fosse aprovada, e a fabricante de bens de consumo duráveis Black&Decker (-4,62%), após rebaixar suas estimativas para o quarto trimestre. Outras empresas que operavam em queda eram Lucent (-4,35%) e Citigroup (-3,69%). Já o destaque positivo era a fabricante de softaware Adobe (+6,32%), que além de divulgar resultados acima dos esperados afirmou que espera um crescimento em seu faturamento de 25% para 2001. A seguir vinham McDonald’s (+1,19%), Texaco (+1,42%) e Chevron (+0,71%).

Compartilhe