Bolsas norte-americanas operam em baixa; último pregão do ano corre sem surpresas

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas operam em queda hoje. Até às 11h00 de Nova York nenhuma novidade suficiente para mexer substancialmente com o mercado havia surgido. Assim, os investidores estão com suas atenções voltadas ao desenrolar de fatos já conhecidos, como os custos adicionais que as gigantes AOL e Time Warner irão ter com a postergação de sua fusão pela FCC (Federal Communications Commision) para janeiro de 2001. Outra fusão entre gigantes que está sob o olhar atento dos investidores é a que envolve os bancos Chase Manhattan e JP Morgan. Juntos eles detém quase US$ 1 bilhão em empréstimos para a fabricante de copiadoras e impressoras Xerox, cuja situação financeira não é das mais fáceis. Além disso, a General Electric anunciou que não reduzirá suas expectativas para o futuro próximo, mesmo após uma de suas subsidiárias, a loja de departamentos Montgomery Ward, ter entrado com pedido de falência.

O Dow Jones Industrial, índice que reflete o desempenho das blue chips, operava às 11h30 de Nova York em queda de 0,15%, a 10.852,83 pontos. Até o momento os papéis que mais caíam eram International Paper (-2,36%), Microsoft (-2,24%), Intel (-2,22%), AT&T (-2,21%) e 3M (-1,49%). Já entre as maiores altas estavam as varejistas Home Depot (+2,87%) e Wal Mart (+2,48%), a American Express (+1,39%), a Boeing (+1,24%), a Johnson & Johnson (+0,78%) e a Merck (+0,73%).

O Nasdaq Composite, índice que concentra os papéis de empresas de tecnologia, operava em queda de 2,18%, a 2.502,05 pontos. Entre os destaque de baixa, vale citar Dell (-5,92%), Amazon (-5,67%), Cisco Systems (-4,90%), Qualcomm (-3,08%), Yahoo! (-2,02%), WorldCom (-1,79%) e Oracle (-0,40%). Por outro lado, a Applied Microsystems, após anunciar que sua estratégia para redução de custos e aumento do lucro operacional entrará em vigor imediatamente após a virada do ano, tinha seus papéis em alta de 13,64%. Outras empresas que também obtinham valorização até o momento eram Ericsson (+1,12%), JDS Uniphase (+0,57%) e Sun Microsystems (+0,43%).

O S&P 500, índice que reúne os papéis das 500 maiores empresas norte-americanas, operava em queda de 0,37%, a 1.329,26 pontos. A Toys R Us, após um dia de forte valorização, operava em baixa de 4,86%. Outros destaques de queda eram Occidental Petroleum (-3,45%), Ford (-2,06%), Bank One (-1,99%), Avon (-1,89%) e Texas Instrument (-1,63%). Por outro lado, as varejistas Office Depot e Sears operavam com valorização de 5,50% e 3,78% respectivamente, seguidas pela K-Mart (+2,47%), outra gigante do setor.

Compartilhe