Bolsas norte-americanas operam em alta generalizada

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas operam em alta nesta terça-feira, com destaque para os papéis de empresas do setor financeiro e tecnologia. Os investidores aguardam a decisão do Fed sobre a política monetária dos EUA, mas apesar da possibilidade de um corte imediato na taxa básica existir, o consenso de mercado é de que ele só deverá vir em janeiro.

O Dow Jones Industrial, índice que reúne as ações das blue chips norte-americanas, operava às 13h00 (horário de Nova York) em alta de 0,47%, a 10.695,85 pontos. A HP liderava as altas, com valorização de 7,83%, após anunciar uma aliança para o desenvolvimento de novas tecnologias com a gigante japonesa de telefonia celular NTT DoCoMo. A seguir vinham IBM (+3,66%), AT&T (+2,77%) e Philip Morris (+1,97%). Já dentre as ações que operavam em baixa, a SBC Communications era o prinicpal destaque, com desvalorização de 13,60% em seus papéis. A razão está no anúncio feito pela empresa de redução em suas expectativas de faturamento para o trimestre e o rebaixamento de seus papéis pela Merrill Lynch. A seguir, com quedas bem menos expressivas, vinham a Boeing (-2,28%), a varejista Wal-Mart (-2,10%) e a Caterpillar (-0,74%), mesmo após receber recomendação de compra pela corretora Bear Stearns.

O Nasdaq Composite, índice que concentra os papéis das empresas de tecnologia, estava em alta de 2,09%, a 2.679,45 pontos. A fabricante de equipamento para telecomunicações Qualcomm operava em alta de 7,24%, após ter anunciado ontem o desenvolvimento de novas tecnologias CDMA, protocolo para telefonia celular. Outras gigantes que operavam em alta eram Intel (+6,20%), Sun Microsystems (+4,60%) e Cisco Systems (+4,08%). Por outro lado, os papéis da Ciena caíam 16,02%, com rumores de que a fabricante de equipamentos de telecomunicações estaria adquirindo a Cyras Systems, produtora de equipamentos para redes de fibra ótica, por US$ 2,6 bilhões. Outras empresas que tinham seus papéis desvalorizados eram Yahoo! (-3,52%) e a fabricante de PC’s Dell (-0,96%).

O S&P 500, índice que concentra os papéis das 500 maiores empresas norte-americanas em valor de mercado, operava em alta de 0,99%, a 1.335,87 pontos. As gigantes do setor financeiro, mais sensíveis a mudanças nas taxas de juros, operavam em forte alta. Os papéis do banco de investimentos Morgan Stanley apresentavam valorização de 5,96%, mesmo após o anúncio de que suas receitas ficarão aquém de suas projeções. Logo em seguida vinham Alcoa (+4,45%), Coca Cola (+4,44%) e Merrill Lynch (+3,92%). Já o destaque de baixa ficava com a Verizon Communications (-7,84%), influenciada pelos maus resultados da SBC Communications, outra gigante do setor. A Microsoft também operava em baixa, com queda de 1,57% em suas ações, mesmo após seu CEO Steve Ballmer anunciar um programa de redução de custos.

Compartilhe