Bolsas norte americanas fecham em queda generalizada

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

19:40h – 14/12
InfoMoney
São Paulo – As bolsas norte-americanas fecharam em baixa generalizada hoje. Os investidores não receberam bem o anúncio por parte dos bancos JP Morgan e Chase Manhattan de que os resultados do quarto trimestre ficarão abaixo do esperado, criando um pessimismo que se estendeu para as demais empresas do setor financeiro. Outros setores que também sofreram quedas no pregão de hoje foram os de bens de capital e o de energia. Já no setor de tecnologia, houve alguma apreensão entre os investidores, devido ao anúncio de resultados de algumas companhias previstos para hoje após o encerramento do pregão.

O Dow Jones Industrial, índice que concentra 30 empresas norte-americanas, fechou em baixa de 0,94%, a 10.692,81 pontos. As ações que mais caíram no pregão de hoje foram dos conglomerados financeiros Citigroup (-4,25%) e JP Morgan (-3,84%), seguidas de perto pela Honeywell (-3,00%) e sua futura controladora General Electric (-2,95%). Uma das razões para o mau desempenho nos papéis das gigantes do setor de bens de capital pode ser creditado ao endurecimento da postura do governo quanto à fusão das duas gigantes, citado em reportagem do Wall Street Journal e que não foi bem recebido pelos investidores. Já entre os papéis que fecharam o dia valorizados, estavam as ações da Wal-Mart (+1,49%), da fabricante de automóveis GM (+1,41%), que anunciou há poucos dias um programa reestruturação e redução de custos, e da Procter&Gamble (+1,47%).

O Nasdaq Composite, índice que reúne as empresas do setor de tecnologia, fechou em queda de 2,27%, a 2.758,63 pontos. Os papéis da Yahoo! caíram 8,24%, após a NFL (National Football Association) ameaçar não anunciar mais no portal, caso ela continue fazendo propaganda de casas de apostas. Outra gigante que fechou o dia em queda foi a Amazon (-4,47%), seguida pela Oracle (-3,08%), que divulgará seus resultados do período logo após o encerramento do pregão, Microsoft (-3,06%) e Dell (-2,45%). Poucas empresas conseguiram fechar o dia em alta, e entre elas está a fabricante de software Peoplesoft (+0,59%).

O S&P 500, índice que reúne as 500 maiores empresas norte-americanas, fechou em queda de 1,04%, a 1.345,85 pontos. A Adobe, que divulgará seus resultados logo após o encerramento do pregão, foi uma das empresas que mais cairam, com desvalorização de 13,41%, após o rebaixamento de suas ações pelo banco de investimentos Morgan Stanley. A seguir vieram o próprio Morgan Stanley (-9,39%), Lucent (-6,27%) e Merrill Lynch (-4,75%). Por outro lado, a Xerox recuperou-se fortemente no pregão de hoje, com valorização de 10,99%, após anunciar que vendeu sua unidade chinesa de manufatura para a japonesa Fuji por aproximadamente US$ 500 milhões. A seguir vieram os papéis da Nortel (+6,35%), que anunciou estar confortável com suas estimativas para o trimestre. Outras empresas que fecharam o dia valorizadas foram America Online (+3,20%), Pepsico (+2,71%) e Texas Instruments (+2,60%).

Compartilhe