Bolsas norte-americanas fecham em alta; Yahoo! e Motorola divulgam resultados após encerramento do pregão

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte americanas fecharam em alta nesta quarta-feira. A atenção dos investidores está voltada para as divulgações dos resultados de Yahoo! e Motorola, que ocorrerão após o encerramento do pregão e irão abrir a temporada de earning reports para as ações ligadas à tecnologia. A má notícia do dia ficou por conta da gigante Cisco Systems, que fornece equipamentos e sistemas de infraestrutura para a internet. Segundo seu CEO John Chambers, o crescimento da companhia neste trimestre está menos previsível que há um mês, e deverá situar-se entre 30% e 50%, ficando bem abaixo da expectativa do mercado de algo entre 56% e 65%. Mesmo assim o desempenho de empresas do setor de tecnologia foi bom, enquanto os papéis mais defensivos, como os dos setores de energia, bens de consumo e farmacêutico encerraram o pregão em baixa na sua maioria.

O Dow Jones Industrial, índice que concentra as blue chips norte-americanas, fechou com valorização de 0,30%, a 10.604,27 pontos. As maiores altas foram o banco de investimentos JP Morgan Chase (+4,62%), após seus papéis terem sido recomendados para a compra pela Merrill Lynch e o conglomerado financeiro Citigroup (+3,35%). Outras empresas que subiram foram as fabricantes de bens de capital Boeing (+2,44%), United Tecnologies (+2,30%) e Honeywell (+1,12%). Já entre os destaques de queda vale citar a GM (-2,65%), as empresas de bens de consumo Johnson & Johnson (-2,60%), Procter & Gamble (-1,09%) e Coca Cola (-0,42%), além da gigante do setor de petróleo Exxon Mobil (-1,22%).

O Nasdaq Composite, índice que reúne os papéis de empresas de tecnologia, encerrou o dia com valorização de 3,39%, a 2524,18 pontos. O destaque de alta foi a fabricante de softwares e hardware Applied Microsystems (+39,22%), que anunciou hoje um ex-executivo da Intel como seu mais novo chairman. Outro destaque positivo foi a empresa de business-to-business i2 Tecnologies (+14,84%), que deverá anunciar receitas 8% superiores às esperadas pelo mercado. Outras empresas que fecharam em alta foram Dell (+7,91%), WorldCom (+7,26%), JDS Uniphase (+6,87%) e Oracle (+3,97%). Já o destaque de baixa foi da Cisco Systems (-2,36%), que teve seus papéis rebaixados pela CIBC World Market de strong buy para buy. Outras companhias que saíram do pregão desvalorizadas foram as empresas de telecomunicações Ericsson (-1,73%) e Qualcomm (-1,11%), ainda influenciadas pelas vendas da Nokia no quarto trimestre menores que o esperado pelo mercado.

O S&P 500, índice que reflete o desempenho das ações das 500 maiores empresas norte-americanas, fechou em alta de 0,96%, a 1.313,28 pontos. A Xerox foi o destaque positivo, com valorização de 20,21% em seus papéis após anunciar que levantou mais US$ 435 milhões em financiamentos com o braço financeiro de GE. A America Online (+5,04%) também se valorizou com a perspectiva de que sua fusão com a Time Warner seja aprovada pela FCC (Federal Communications Comission) ainda hoje. Outro destaque de alta foi a Lucent Tecnologies (+4,46%), que teve seus papéis elevados de hold para buy pela CIBC World Market. Já a Apple, que ontem expôs sua nova linha de PowerMac e lançou um software para áudio que integra funções já exercidas por diferentes programas caiu 3,27%. Os investidores temem que a empresa não consiga bons resultados nos próximos trimestres devido aos altos preços de seus PCs e ao mercado desaquecido.

Compartilhe