Bolsas norte-americanas em alta; Nasdaq na contra-mão

Conteúdo do Portal InfoMoney – Editoria Mercados

Por  Equipe InfoMoney

As bolsas norte-americanas operavam em alta às 13h00 desta segunda feira (horário de Nova York), com exceção da bolsa eletrônica Nasdaq. A atenção dos investidores está voltada para a reunião do FED que ocorrerá amanhã, que decidirá o futuro das taxas de juros norte-americanas. O mercado está mais confiante hoje do que na semana passada em uma redução da taxa básica já no início de 2001, e por isso ações de empresas mais sensíveis à mudanças nas taxas de juros, como as do setor financeiro, são as que mais sobem hoje. Por outro lado, o destaque negativo até o momento vai para o setor de telecomunicações e tecnologia.

O Dow Jones Industrial, índice que concentra os papéis das blue-chips norte-americanas, apresentava alta de 1,97%, cotado a 10.640,11 pontos. O destaque positivo ficava por conta da Boeing (+5,88%), que fechou um contrato de U$ 365 milhões com a companhia aérea chilena LanChile e teve seus papéis elevados pelo banco de investimentos Morgan Stanley. A seguir vinham Honeywell (+4,57%) e as gigantes do setor financeiro Citigroup (+3,77%) e JP Morgan (+2,97%). Já dentre as empresas que apresentavam queda em seus papéis, a GM liderava as perdas, com desvalorização de 3,02% após a redução das expectativas de faturamento de sua concorrente DaimlerChrysler para o ano 2000. Outras empresas que também caíam eram AT&T (-2,08%), Kodak (-1,15%) e Merck (-0,35%).

O Nasdaq Composite, índice que reúne as empresas de tecnologia, operava em queda de 0,57%, a 2.638,07 pontos. O destaque negativo era a gigante do e-commerce Amazon (-14,48%), que sofre com os temores de um desempenho pífio nas vendas de natal, após a redução das expectativas para o trimestre de outra varejista eletrônica, a e-Toys. Outra empresa que operava em forte queda era a Sun (-6,57%), após ter seus papéis rebaixados pela corretora Merrill Lynch. A seguir vinham Cisco Systems (-8,40%) e Yahoo! (-6,44%). Já a Oracle destacava-se positivamente, com valorização de 8,53%, aproveitando-se do otimismo criado após o anúncio de que superou suas estimativas de lucro para o trimestre, seguida pela Qualcomm (+4,71%) e Intel (+0,58%).

O S&P 500, índice que leva em conta os papéis das 500 maiores empresas norte-americanas, estava em alta de 1,08%, a 1.326,28 pontos. Os papéis da Dow Chemical estavam em alta de 4,69%, seguidos pelas gigantes do setor financeiro American Express (+4,00%) e Bank of America (+3,74%). Por outro lado, as ações da AOL apresentavam desvalorização de 13,91%, após a Time Warner (-13,55%) reduzir suas expectativas de crescimento para o próximo ano. Outras empresas que operavam em baixa eram Microsoft (-2,29%) e Lucent Tecnologies (-2,11%).

Compartilhe