Bolsas mundiais

Bolsas mundiais sobem, mantendo o desempenho positivo registrado em Wall Street na terça

Na terça, mercados subiram após a venda generalizada na segunda, impulsionada por temores sobre o avanço da pandemia em vários países do mundo

mercado bolsa índices alta ações gráfico analista trader
(Shutterstock)

Os índices futuros americanos têm altas nesta quarta-feira, mantendo o desempenho positivo do dia anterior. As bolsas europeias sobem, e as asiáticas fecharam em alta.

Na terça, as ações tiveram uma forte alta, após a venda generalizada na segunda, impulsionada por temores sobre o avanço da pandemia em vários países do mundo. Na segunda, o Dow teve o seu pior dia em 8 meses, mas na terça subiu quase 550 pontos, ou 1,6%, o maior salto em mais de um mês. O S&P subiu 1,5%, e o Nasdaq Composto, 1,6%.

Além disso, o rendimento dos títulos americanos estabilizou em torno de 1,2%, após ter caído ao seu menor nível em 5 meses na segunda. Investidores mantêm temores quanto à perspectiva de alta da inflação e também sobre os impactos do avanço da pandemia do coronavírus.

Nos Estados Unidos há uma ressurgência de novos casos de Covid. No país, o governo vem tendo dificuldades de elevar o número de pessoas que tomaram as duas doses da vacina do patamar atual, de 48,28%, segundo dados compilados pelo site Our World in Data.

Durante uma audiência no Senado norte-americano na terça-feira, Anthony Fauci, principal especialista em doenças infecciosas dos EUA, afirmou que a variante delta é a responsável por mais de 80% dos novos casos de Covid-19 no país, mas as vacinas contra o coronavírus autorizadas no país ainda são mais de 90% eficazes na prevenção de hospitalizações e mortes.

A variante delta, altamente contagiosa, foi encontrada pela primeira vez na Índia no início deste ano. Desde então, tornou-se a cepa dominante da Covid-19 nos Estados Unidos e já foi detectada em mais de 90 países em todo o mundo. As mortes por coronavírus nos Estados Unidos chegaram a uma média de 239 por dia na semana passada, quase 48% a mais do que na semana anterior, disse a diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, Rochelle Walensky, durante a audiência.

Na terça, o Netflix publicou depois do fechamento do mercado que espera adicionar 3,5 milhões de assinantes líquidos no terceiro trimestre, quase 2 milhões a menos do que a estimativa de analistas.

Até o momento, cerca de 85% das empresas componentes do índice S&P 500 que divulgaram resultados superaram as estimativas de analistas, segundo dados compilados pelo FacSet. Nesta quarta, empresas como Coca-Cola, Verizon, Johnson & Johnson devem divulgar seus resultados.

Segundo dados divulgados na quarta pelo Ministério da Finança do Japão, as exportações do país subiram 48,6% em junho, em comparação com o mesmo período do ano anterior. O patamar ficou acima da expectativa de alta de 46,2% de analistas ouvidos pela agência internacional de notícias Reuters.

PUBLICIDADE

No Japão, o índice Nikkei fechou em alta de 0,58% na quarta; na China continental, o índice Shanghai composto subiu 0,7%; em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 0,26%; na Coreia do Sul, o Kospi recuou 0,52%.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, sobe 1,23%.

As ações da SAP recuam 3,2% apesar de a empresa ter elevado sua perspectiva para os resultados pela segunda vez neste ano, devido a bons resultados de seus investimentos em computação em nuvem.

A fabricante de automóveis Daimler manteve suas diretrizes para margem de lucro inalterada, mas alertou que a falta global de semicondutores deverá prejudicar as vendas de carros até 2022. Os papéis da empresa alemã recuam 2,1%.

Veja o desempenho dos principais indicadores às 6h30 (horário de Brasília):
Estados Unidos
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,55%
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,46%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,48%
Europa
*FTSE 100 (Reino Unido), +1,6%
*Dax (Alemanha), +0,86%
*CAC 40 (França), +1,32%
*FTSE MIB (Itália), +1,58%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,58% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,73% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), -0,13% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,52% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +1,295%, a US$ 68,07 o barril
*Petróleo Brent, +1,36%, a US$ 70,27 o barril
*Bitcoin, +4,07%, a US$ 30.878,5
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 3,85%, cotados a 1.1174 iuanes, equivalente hoje a US$ 181,41 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,47

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 170 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.