Bolsas mundiais

Bolsas mundiais recuam, com avanço da Covid na Europa no radar

Mercados são afetados pelo temor de que o recente avanço nas contaminações por Covid na Europa prolongue as medidas de lockdown

(Getty Images)

As bolsas mundiais têm tendência de quedas nesta terça, após ações de tecnologia subirem nas negociações de overnight nos Estados Unidos, acompanhando a queda no rendimento de títulos do Tesouro com vencimento em dez anos. Os mercados são afetados pelo temor de que o recente avanço nas contaminações por Covid na Europa prolongue as medidas de lockdown.

Na Europa, o índice Eurostoxx, que reúne ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, recua 0,43%. O setor automotivo lidera as perdas, recuando 1,6%. As ações da sueca Volvo caíram 7% após a empresa anunciar que a falta mundial de semicondutores deve afetar sua produção no segundo trimestre.

A expectativa dos investidores na Europa é prejudicada por informações sobre a alta de infecções na região. Elas podem adiar os planos de relaxamento das medidas de lockdown que vêm sendo adotadas no continente em um esforço para controlar a pandemia de coronavírus.

No momento, partes da França já estão sob um lockdown. Na Alemanha, autoridades estudam a possibilidade de estender as atuais medidas de lockdown.

Esta terça marca o aniversário de um ano da primeira medida de lockdown implementada no Reino Unido. Será realizado um minuto de silêncio no país, como forma de refletir sobre as mais de 126 mil mortes causadas pelo coronavírus.

Nesta terça, dados divulgados pelo Reino Unido indicaram queda na taxa de desemprego em janeiro de, 5,1% para 5%. Os resultados ficaram acima das expectativas de que a taxa se elevasse em 0,1 ponto percentual.

A segunda-feira marcou alta das principais bolsas americanas. Nas negociações de overnight, o índice Nasdaq manteve essa tendência, com investidores reagindo ao recuo dos rendimentos dos títulos do Tesouro com vencimento em dez anos, que recuou 0,05 ponto percentual.

A alta do Nasdaq foi impulsionada por ações do setor de tecnologia, que tendem a se beneficiar da queda dos rendimentos dos títulos do Tesouro.

As altas dos rendimentos dos juros dos Treasuries tendem a afetar especificamente o setor de tecnologia, que possuem fluxos de caixa mais longos e são mais impactadas pelo aumento nas taxas de juros de longo prazo, para ações de empresas em setores mais tradicionais, que são mais expostas ao ciclo econômico e, portanto, ganham mais com o reaquecimento da economia.

PUBLICIDADE

Nesta terça, no entanto, os índices futuros americanos acompanham a tendência de baixas de outras bolsas mundiais.
As ações das principais bolsas asiáticas fecharam em retração na terça, apesar da estreia da gigante chinesa de buscas Baidu no índice Hang Seng, de Hong Kong, que teve as maiores perdas da região, de 1,34%.

As ações da Baidu, que já eram listadas nos Estados Unidos, ficaram estáveis na bolsa asiática. A maior parte das ações de tecnologia na Ásia recuaram, após a alta nas negociações de overnight de empresas de tecnologia nos Estados Unidos. O Softbank Group, do Japão, recuou 0,9%. Na Coreia do Sul, a LG Electronics caiu 6,13%.

Investidores também acompanham as eleições gerais em Israel nesta terça, em que assentos no Parlamento são disputados por um bloco de direita que apoia o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e um amplo bloco de oposição.

Na segunda à noite, multidões de israelenses protestaram em frente à residência oficial de Netanyahu, exigindo que ele fosse retirado de seu cargo. As pesquisas indicam, no entanto, uma eleição apertada.

Veja o desempenho dos principais indicadores às 6h30 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), -0,36%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,29%
*Dow Jones Futuro (EUA), -0,34%
Europa
*Dax (Alemanha), -0,41%
*FTSE 100 (Reino Unido), -0,22%
*CAC 40 (França), -0,46%
*FTSE MIB (Itália), -0,75%
Ásia
*Nikkei (Japão), -0,61% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), -1,34% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -1,01% (fechado)
*Shanghai SE (China), -0,93% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, -2,65%, a US$ 59,94 o barril
*Petróleo Brent, -2,62%, a US$ 62,82 o barril
*Bitcoin, -5,26%, a US$ 54.514,06
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,01%, cotados a 1039,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 159,62 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,51

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 160 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.