Mercados mundiais

Bolsas mundiais operam sem direção definida com investidores à espera de reunião do BCE e inflação nos EUA

Os Estados Unidos publicarão dados sobre preços ao consumidor às 9h30

stocks mercado ações índices bolsa baixa queda crash sell
(Getty Images)

Os índices futuros americanos têm desempenhos variados nesta quinta-feira (10). As bolsas europeias têm tendência de quedas, após as asiáticas fecharem sem resultado definido.

Investidores do mundo todo aguardam a divulgação de dados relativos à inflação nos Estados Unidos, que devem ajudar a compreender se as pressões de preço são temporárias com o início da recuperação da economia após o impacto da pandemia. E se há perspectiva de que o Federal Reserve altere sua política quanto a juros e compra de títulos.

Na quarta-feira, os índices Dow, S&P 500 e Nasdaq recuaram, afastando-se de seus patamares recordes. O S&P está a 0,44% de seu patamar recorde, enquanto que o Dow e o Nasdaq estão a 2% de distância.

Novamente, a sessão foi marcada pela movimentação de “ações-meme”, que são alvo de compras coordenadas organizadas por investidores reunidos em comunidades nas redes sociais, como Clean Energy Fuels e Clover Health.

As ações da varejista americana de videogames GameStop caíram 10%, apesar do anúncio pela empresa de que o ex-executivo da Amazon, Matt Furlong, deverá ser seu próximo CEO. Apesar desta notícia ser considerada positiva, a Securities and Exchange Commission (que tem um papel próximo ao da Comissão de Valores Mobiliários no Brasil) realizou um pedido de informação sobre a empresa, e a GameStop ingressou com um pedido para a venda de 5 milhões de ações adicionais.

Os Estados Unidos publicarão dados sobre preços ao consumidor às 9h30. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperam que o CPI (sigla em inglês para Índice de Preços ao Consumidor) indique alta de 4,7% dos preços em maio na comparação anual, frente à alta de 4,2% registrada em abril.

Há semanas, os investidores vêm demonstrando preocupação sobre se a inflação irá levar o Federal Reserve a reduzir o seu ritmo de compra de ativos, ou então a sinalizar uma alta na taxa de juros. Até o momento, o Fed vem indicando que encara a aceleração da inflação como temporária, e que pretende manter as políticas vigentes.

As bolsas asiáticas fecharam em sua maioria com altas na quinta-feira. Na região, investidores também aguardam os dados sobre inflação nos Estados Unidos.

Na China continental, o componente Shenzhen subiu 1,19%, enquanto que o Shanghai composto subiu 0,54%; em Hong Kong, o índice Hang Seng caiu 0,1%; no Japão, o Nikkei recuou 0,34%; na Coreia do Sul, o Kospi subiu 0,26%.

PUBLICIDADE

As bolsas europeias têm desempenhos variados entre si. O índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, recua 0,09%. Ações do setor automotivo caem 1,4%, enquanto que aquelas dos setores de saúde e tecnologia sobem 0,5%.

Também na região investidores aguardam os dados sobre inflação nos Estados Unidos, além da reunião do Banco Central Europeu, marcada para esta quinta.

Parte dos investidores espera que a instituição reduza sua política de estímulos. Outros, que o banco mantenha a política atual devido à perspectiva econômica incerta, buscando evitar uma piora das condições do mercado financeiro.

Na reunião desta quinta, o Banco Central Europeu deve atualizar suas projeções trimestrais para inflação e crescimento, além de sua decisão sobre a taxa de juros, acompanhada de uma coletiva de imprensa. A decisão sobre a taxa de juros será divulgada às 8h45.

Além disso, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, se encontrará nesta quinta com o presidente americano, o democrata Joe Biden, como preparação do encontro do G7 em Cornwall, que se inicia na sexta-feira. O G7 é composto pelas sete economias mais industrializadas do mundo: Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Veja o desempenho dos principais índices às 6h30 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,06%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,18%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,14%
Europa
*FTSE (Reino Unido) +0,24%
*Dax (Alemanha), -0,02%
*CAC 40 (França), -0,24%
*FTSE MIB (Itália), -0,59%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,34% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), -0,01% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,26% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,54% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +0,043%, a US$ 69,99 o barril
*Petróleo Brent, +0,11% a US$ 72,3 o barril
*Bitcoin +7,24%, a US$ 37.129
**Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 0,68%, cotados a 1178 iuanes, equivalente hoje a US$ 184,33 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,39

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 177 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.