Bolsas mundiais

Bolsas europeias sobem, enquanto índices futuros dos EUA têm desempenho misto com pacote fiscal no radar

Investidores se mantêm atentos para a provável votação do pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão na Câmara dos Estados Unidos

ações índices gráfico bolsa mercados stocks alta
(Shutterstock)

As bolsas europeias têm em sua maioria altas nesta quarta (10), e os índices futuros americanos e bolsas asiáticas têm desempenhos variados entre si.

Investidores se mantêm atentos para a provável votação do pacote de estímulos de US$ 1,9 trilhão na Câmara dos Estados Unidos, que deixaria pronto para aprovação pelo presidente Joe Biden até o final de semana.

Na terça (9), ações do setor de tecnologia, em especial, tiveram altas em meio à queda dos juros de títulos do Tesouro americano com vencimento em dez anos.

Ações do setor de tecnologia vêm sendo especialmente afetadas pelas variações nestes papéis nas últimas semanas, já que essas empresas precisam da tomada de grande volume de empréstimos para manter seu rápido ritmo de crescimento.

O índice Nasdaq, que abriga um grande número de ações do setor, teve alta de 3,7%, em seu melhor desempenho desde novembro.

A queda dos juros de títulos do Tesouro com vencimento no longo prazo também reduz o temor de que investidores redirecionem um grande volume de recursos das bolsas para estes papéis, considerados seguros por serem garantidos pelo governo, que tem o poder de criar impostos para cobrir gastos, se necessário.

Além disso, a alta dos juros desses papéis poderia levar o Fed a alterar a sua política quanto aos juros referenciais de curto prazo.

Após o avanço de terça, o Nasdaq Futuro recua 0,1% nesta quarta. O Dow Futuro avança 0,28%, e o S&P Futuro sobe 0,1%.

Os índices asiáticos fecharam com desempenhos variados entre si, seguindo o bom desempenho das ações do setor de tecnologia na véspera.

PUBLICIDADE

O índice Eurostoxx, que reúne os papéis de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus sobe 0,09%, com o noticiário americano no radar. O índice FTSE 100 oscila, no entanto, negativamente, em 0,03%.

Investidores estão atentos para o potencial avanço do pacote de estímulos como resposta à Covid, que foi aprovado pelo Senado americano no sábado (6). A expectativa é de que a lei que estabelece o pacote seja votada nesta quarta na Câmara dos Estados Unidos, que tem maioria democrata, e de que o presidente Joe Biden a assine até o final de semana.

Da forma como está estruturado, o pacote estende um benefício semanal de US$ 300 que vem sendo pago a pessoas sem emprego, e outros programas voltados à população desempregada, garantindo auxílio financeiro a milhões de desempregados nos Estados Unidos até 6 de setembro de 2021.

Veja os principais indicadores às 6h20 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,1%
*Nasdaq Futuro (EUA), -0,1%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,28%
Europa
*Dax (Alemanha), +0,19%
*FTSE 100 (Reino Unido), -0,03%
*CAC 40 (França), +0,57%
*FTSE MIB (Itália), +0,51%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,03% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +0,47% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), -0,6% (fechado)
*Shanghai SE (China), -0,05% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +0,26%, a US$ 64,17 o barril
*Petróleo Brent, +0,12%, a US$ 67,6 o barril
*Bitcoin, +1,55%, a US$ 54.608,45
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com queda de 5,24%, cotados a 1040,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 159,97 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,50

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 160 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.